Ações

Ibovespa opera volátil pressionado pelo fim do Renda Brasil

Por Fast Trade
15 setembro 2020 - 13:02 | Atualizado em 15 setembro 2020 - 16:00

O Ibovespa opera volátil nesta terça-feira (15), pressionado pelas declarações de Jair Bolsonaro ao anunciar o fim do Renda Brasil.

A decisão do presidente de recusar as propostas da equipe econômica para ajustar o orçamento e fazer críticas publicamente à iniciativa demonstrou reverberou imediatamente sobre os ativos.

Nesse sentido, Bolsonaro rechaçou a ideia de congelar os salários dos aposentados por dois anos e revisar os benefícios de prestação continuada dos idosos e pessoas com deficiência.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, ele disse que até 2022, o seu governo está proibido de falar em Renda, pois, o Bolsa Família será mantido em seu formato original.

Baixe gratuitamente: O que ninguém conta sobre os investimentos em ações

Como resultado, o mercado reagiu com forte aversão ao risco, destoando do movimento de recuperação das principais Bolsas no exterior.

Isto porque, os investidores interpretaram a situação como sendo uma resposta direta às diretrizes do ministro Paulo Guedes, o que pode comprometer o avanço da agenda de reformas.

Em outro front, ficou em destaque a agenda de indicadores da China, mostrando que a produção industrial do país cresceu 5,6% em agosto.

Não obstante este número tenha superado as expectativas dos economistas, as vendas no varejo avançaram 0,5%, evidenciando a primeira expansão do setor no ano.

Baixe agora: Guia do investidor iniciante

Impulsionado pelo forte ritmo de aceleração da atividade econômica chinesa, o petróleo tenta emplacar um movimento mais forte de recuperação.

Contudo, a Agência Internacional de Energia (IEA) reduziu a sua previsão de aumento na demanda para 2020, fixando a quantidade de 91,7 milhões de barris por dia, o que representa cerca de 8,4 milhões a menos em comparação ao ano passado.

Decisões de Juros, Cenário Político e principais expoentes na B3

Um dia antes das decisões de política do Federal Reserve (EUA) e do Copom (Brasil), o mercado segue cauteloso, precificando as nuances do cenário político.

Em meio a divergências com a equipe econômica, Bolsonaro vetou partes do projeto de lei que concedia o perdão de R$1 bilhão em dívidas tributárias das igrejas.

Embora seu posicionamento tenha atendido a um pedido de Guedes, o presidente incentivou os deputados e senadores a votarem pela derrubada do veto.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Inclusive, o governo está estudando enviar uma proposta de Emenda Constitucional para imunizar as igrejas dos demais tributos, já que hoje, a isenção se dá somente no âmbito dos impostos.

Top 5 máximas do índice à vista: Gerdau (GGBR4), Gerdau Metalúrgica (GOAU4), Minerva (BEEF3), Usiminas (USIM5) e BRF (BRFS3).

Top 5 mínimas do índice à vista: Eletrobras (ELET3), Eletrobras (ELET6), Hering (HGTX3), Cogna (COGN3), B3 (B3SA3).

Ás 13h02 (horário de Brasília), a Bolsa brasileira subia 0,17%, aos 100.443 pontos, com um volume financeiro de R$10,438 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Ibovespa opera volátil pressionado pelo fim do Renda Brasil

Leia também:

Dólar vira para alta com divergência política e cautela antes do Copom

Mapa estima Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) recorde em 2020

Aprovação do governo Bolsonaro volta a superar reprovação, mostra pesquisa


Sobre o autor