HomeMercados

Ibovespa opera perto da estabilidade com PIB dos EUA e ações da Petrobras

Por Pablo Vinicius Souza
26 julho 2019 - 12:46

O pregão desta sexta-feira (26) começou volátil, com o mercado atento à agenda econômica. O Ibovespa oscilava reagindo à divulgação dos dados econômicos dos Estados Unidos, que surpreenderam as expectativas.

De acordo com o Departamento de Comércio dos EUA, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu à taxa anualizada de 2,1% no segundo trimestre, apresentando expansão de 4,3% no consumo pessoal.

O indicador veio acima das projeções dos analistas, que sinalizavam para alta de apenas 1,8%, e o segmento de consumo pessoal também superou as previsões, aumentando em 0,3%.

Embora o resultado seja positivo para a economia norte-americana, a fraqueza dos investimentos e a queda nas exportações levaram os economistas a revisar suas apostas sobre a política monetária.

Em uma análise detalhada, há espaço para o Federal Reserve contribuir de forma mais enérgica com o afrouxamento monetário, optando por uma redução de 0,50% já na próxima reunião.

No cenário interno, os investidores repercutiam os resultados corporativos publicados nos últimos dias, com destaque para os mais recentes: Usiminas, Minerva e Ecorodovias.

Mas o que limitava o desempenho do índice geral era a queda das ações da Petrobras (PETR3/PETR4), desencadeada pelos números do relatório de produção que revelaram recuo de 0,5% em relação ao ano passado.

Nesse contexto, às 12h30 (horário de Brasília), o Ibovespa subia 0,10%, aos 102.754 pontos, registrando um volume financeiro de R$4,589 bilhões.

Dólar cai a R$3,77 com PIB dos EUA e expectativa pelo Fed

O dólar comercial operava em queda nesta sexta-feira (26), refletindo a divulgação dos indicadores econômicos dos Estados Unidos mais fortes do que o previsto.

O Produto Interno Bruto (PIB) do país teve um crescimento de 2,1% no segundo trimestre, contrariando as projeções, que indicavam alta de apenas 1,8%.

Entretanto, o enfraquecimento dos níveis de investimento e a diminuição das exportações levou o mercado a alterar as perspectivas quanto à decisão de política monetária do Federal Reserve, apostando em um corte de 0,50% na taxa de juros na próxima reunião.

Com isso, a divisa americana mantinha um desempenho misto, registrando perdas e ganhos contra diferentes moedas, mas assumindo um viés de baixa de forma geral.

Por aqui, os investidores aguardavam a realização do leilão de linha organizado pelo Banco Central, que ofertará até US$1 bilhão em recursos à vista, com compromisso de recompra posterior.

Ás 12h30 (horário de Brasília), o dólar comercial caía 0,19% contra o real brasileiro, sendo cotado a R$3,7750 na venda.    

Na renda fixa, os contratos de juros futuros apresentavam desempenho mistos, entre altas e baixas, mas sem variações acentuadas ao longo da curva.

O DI janeiro/2020 caía 0,18%, sendo negociado a 5,59% (5,60% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2028 avançava 0,27%, sendo vendido a 7,37% (7,35% no ajuste anterior).

Noticiário Corporativo

Eletrobras (ELET3 / ELET6) – Segundo fato relevante publicado ontem, a Eletrobras está iniciando o processo de venda de sua participação em 39 Sociedades de Propósito Específico (SPE).

Os ativos serão agrupados em seis lotes, dentre os quais estão Santa Vitória do Palmar Holding, Eólica Hermenegildo I, II e III, Eólica Chuí IX, Chapada do Piauí Holding I e II, Eólica Mangue Seco 2 e Manaus Transmissora de Energia.

Segundo a companhia, os interessados em participar do leilão podem se inscrever de 30 de julho a 12 de agosto e o objetivo desta etapa é concluir a alienação de participações remanescentes do leilão nº01/2018.

Notre Dame Intermédica (GNDI3) – A Notre Dame Intermédica informou a aquisição das empresas que compõem o Grupo Ghelfond, especializado em exames de imagem.

O grupo que possui atuação forte no estado de São Paulo, atualmente conta com onze unidades próprias em Osasco, Guarulhos, São Bernardo do Campo, Santo André, Mauá e na capital.

O valor de aquisição acordado foi de R$240 milhões pagos à vista, descontados o montante de endividamento apurado e uma parcela para cobrir eventuais contingências.

A Notre Dame prevê concluir o plano de integração até o final de 2020, elevando o múltiplo implícito da Transação para aproximadamente 6,9x o Ebitda já no próximo exercício.

COMPANHIAS ESTATAIS
Petrobras (PETR3) -2,82% Vale (VALE3) +0,08%
Petrobras (PETR4) -2,34% Embraer (EMBR3) +0,05%
Eletrobras (ELET3) +1,62% Banco do Brasil (BBAS3) +0,26%
Eletrobras (ELET6) +1,28% Cemig (CMIG4) +0,28%

E-BOOK GUIA COMPLETO PARA OBTER SUCESSO NOS INVESTIMENTOS EM AÇÕES NA BOLSA DE VALORES

SETOR BANCÁRIO SETOR SIDERÚRGICO
Itaú Unibanco (ITUB3) -0,26% Usiminas (USIM3) +0,10%
Santander (SANB11) +0,22% CSN (CSNA3) +0,55%
Bradesco (BBDC3) -0,69% Gerdau (GGBR4) -0,29%


Sobre o autor