Ações

Ibovespa opera em alta com otimismo externo e cena política

Por Fast Trade
19 maio 2020 - 12:50 | Atualizado em 19 maio 2020 - 16:00

O Ibovespa opera em alta nesta terça-feira (19), reagindo ao otimismo externo, apesar das adversidades da cena política.

Na sessão de hoje, os investidores repercutiam as notícias sobre os resultados positivos em relação à vacina desenvolvida pela companhia americana, Moderna.

Nesse sentido, a empresa divulgou que os testes preliminares realizados em um grupo de 45 indivíduos desencadearam a produção de anticorpos contra o Covid-19.

Mesmo assim, com alguns países da Europa em processo de reabertura, aumentaram as preocupações com uma “segunda onda” de infecções.

Além disso, os Estados Unidos também estão planejando o retorno gradual às atividades, embora o número de novos casos de coronavírus ainda não tenha estabilizado.

Também ficou no radar, o depoimento semestral do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, ao Comitê Bancário do Senado americano.

Na audiência, o chairman deve falar sobre a recuperação da economia do país e a necessidade de maior apoio fiscal para enfrentar a pandemia.

Enquanto isso, França e Alemanha anunciaram a criação de um fundo de 500 bilhões de euros para aplicar no combate ao coronavírus.

Nesse contexto, o objetivo das duas potências é fortalecer a União Europeia, ajudando os países que sofreram o maior impacto financeiro.

Contexto político e situação da B3 nos feriados antecipados

No Brasil, o mercado segue à espera da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, sobre o vídeo da reunião ministerial.

Diante disso, até a próxima sexta-feira, o decano deve proferir sua diretriz sobre o caso, avaliando se autorizará a divulgação integral ou parcial do conteúdo da gravação.

Outro fator que deve aumentar a temperatura em Brasília é a repercussão das acusações de Paulo Marinho, ex-aliado da família Bolsonaro.

Segundo o empresário, o filho 01 de Jair, o senador Flávio Bolsonaro, recebeu informações antecipadas sobre a deflagração da operação Furna da Onça, que atingiria membros de seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Dessa forma, a operação teria sido adiada para não prejudicar o segundo turno das eleições presidenciais, já que Flávio estaria na mira das investigações.

Ainda no front interno, a B3 está negociando com o governo estadual para manter as operações durante os feriados antecipados em São Paulo.

Assim, os feriados de Corpus Christi e Consciência Negra foram antecipados para dias 20 e 21 de maio e o dia 22 (sexta-feira) será ponto facultativo.

Nesse sentido, os dirigentes argumentaram que cerca de 95% dos funcionários da bolsa já estão em regime de home office e, por isso, seria possível prestar os serviços de forma segura.

Na B3, as companhias Iguatemi (IGTA3), Multiplan (MULT3), Marfrig (MRFG3), B2W Digital (BTOW3) e Minerva (BEEF3) lideravam os ganhos do momento.

Ás 12h49 (horário de Brasília), a Bolsa brasileira subia 0,70%, aos 81.765 pontos, com um volume financeiro de R$7,899 bilhões.

Ibovespa opera em alta com otimismo externo e cena política

Fique por dentro das últimas notícias do mercado financeiro:

Dólar avança com cautela local e falas de Powell no Senado

VALE3: Projeto de lei que muda diretrizes para barragens pode ser votado hoje na Câmara

IEE: Setor elétrico deve reagir bem a planos em estudo, além de medida provisória para socorro

Feriadão antecipado em SP pode afetar as negociações na B3


Sobre o autor