Ações

Ibovespa interrompe sequência de ganhos e cai pressionado pela ata do Fed

Por Fast Trade
19 maio 2021 - 19:08 | Atualizado em 20 maio 2021 - 07:03

O Ibovespa fechou em queda nesta quarta-feira (19), interrompendo uma sequência de ganhos, pressionado pelo conteúdo da ata da última reunião do Federal Reserve.

Nesse sentido, o índice geral acompanhou o movimento negativo das Bolsas de Nova York, após o Banco Central dos EUA sinalizar possíveis mudanças em sua política monetária.

Em Wall Street, o Dow Jones caiu 0,48%, o S&P 500 recuou 0,29% e o Nasdaq Composto declinou 0,03%.

No documento, os integrantes da instituição concordaram que os aumentos nos preços devem exercer efeitos transitórios na inflação. Porém, alguns dirigentes indicaram a possibilidade de colocar em discussão o plano de compras de ativos, visando reduzir a quantidade deste estímulo.

“Vários participantes sugeriram que, se a economia continuasse a progredir rapidamente em direção às metas do Comitê, poderia ser apropriado começar a discutir um plano para ajustar o ritmo de compras de ativos” – informou a ata.

Guia Completo de como ter sucesso no Day Trade

Desse modo, o aceno do Fed à mudança nos estímulos impactou o movimento dos ativos de risco em todo o mundo, sobretudo, no mercado local.

Ao mesmo tempo, o dia foi de tensão no cenário político, com o depoimento do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Em suas declarações, o general disse não ter sofrido pressão para defender o chamado tratamento precoce utilizando a cloroquina.

Além disso, ele afirmou que o presidente Jair Bolsonaro era informado de todas as negociações da compra das vacinas elaboradas pela Pfizer. Segundo Pazuello, o contato com a companhia inglesa teve início em maio de 2020, enviando resposta a todas as ofertas.

O ex-ministro contestou o depoimento do diretor-geral da Pfizer América Latina, no qual, o executivo alega que não houve retorno do governo brasileiro às propostas de venda de vacinas.

Destaques Corporativos

Na B3, as ações da Eletrobras (ELET3/ELET6) fecharam em alta de 4% refletindo a expectativa pela aprovação da Medida Provisória que autoriza a privatização da companhia.

Da mesma forma, as ações da Cemig (CMIG4) avançaram 5,07%, de olho na perspectiva de desestatização no curto prazo, seguindo a intenção do governador Romeu Zema (Novo).

Top 5 máximas do índice: Cemig (CMIG4), BRF (BRFS3), Eletrobras (ELET3), Marfrig (MRFG3), Eletrobras (ELET6).

Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Top 5 mínimas do índice: Cyrela (CYRE3), CSN (CSNA3), Embraer (EMBR3), Hering (HGTX3), CVC (CVCB3).

Como resultado, a Bolsa brasileira caiu 0,28% aos 122.636 pontos, com um volume financeiro de R$23,678 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Ibovespa interrompe sequência de ganhos e cai pressionado pela ata do Fed

Leia também:

Dólar dispara a R$5,31 após ata do Fed sinalizar alterações nos estímulos

Petróleo fecha em queda pressionado por estoques e aversão ao risco

Fed aposta em inflação transitória, mas não descarta ajuste nos estímulos


Sobre o autor