Economia

Ibovespa futuro sobe com alívio de crise geopolítica; dólar e juros recuam

Por TradersClub
15 fevereiro 2022 - 10:20 | Atualizado em 15 fevereiro 2022 - 10:58

O Ibovespa futuro abriu em alta na manhã desta terça-feira, seguindo apetite por risco no exterior que reflete alívio de tensões entre Ucrânia e Rússia, enquanto os contratos futuros de dólar e juros recuavam na esteira do maior apetite por risco global.

Perto das 9h20, o Ibovespa futuro avançava 0,58% a 114.620pontos, enquanto os contratos de dólar futuro recuavam 0,26%, cotados a R$5,213, e a curva de juros caía até 7,5 pontos-base. No mesmo horário, o contrato Brent recuava 3,06%, operando a US$93,58 por barril.

Os mercados operam mais aliviados após declarações do chanceler russo, Sergei Lavrov, hoje pela manhã, afirmando que o diálogo entre os países deve permanecer diplomático. O secretário geral da Organização dos Países do Tratado do Atlântico Norte, OTAN, disse que é momento para um “otimismo cauteloso” quanto à questão.

+ Baixe a Carteira Recomendada de Small Caps de Fevereiro!

Nos Estados Unidos, será divulgada a inflação ao produtor, o PPI de janeiro, principal indicador do dia. O PPI deve acelerar, de 0,2% em dezembro para 0,5% na comparação mensal, e desacelerar, de 9,7% para 9,1%, na base anual. Números acima do esperado podem estressar os mercados.

O mercado brasileiro também monitora as discussões no Congresso sobre o preço dos combustíveis. Há expectativas para evolução desse tema amanhã.

O investidor aqui também fica atento à teleconferência de resultados do Banco do Brasil, às 10h15. Carrefour Brasil e PetroRio soltam balanços trimestrais após o fechamento dos mercados, enquanto o Tribunal de Contas da União retoma o julgamento sobre a privatização da Eletrobras.

No pré-mercado em Nova York, chama atenção as perdas de 2,00% e 1,36% nas ADRs de Vale e Petrobras, que seguem as quedas nos preços do minério de ferro e do petróleo. ADRs do Nubank disparavam 7,49% antes da abertura, sugerindo que o dia pode ser positivo para o setor financeiro e para empresas de crescimento elevado na B3.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então assine a Fast Break e receba as notícias mais relevantes do momento!


Sobre o autor