Ações

Ibovespa fecha em queda com foco nas tensões Rússia-Ucrânia e na piora da inflação

Por Fast Trade
23 fevereiro 2022 - 19:32 | Atualizado em 24 fevereiro 2022 - 06:30

O Ibovespa fechou em queda nesta quarta-feira (23), com foco no acirramento das tensões Rússia-Ucrânia e na piora da inflação mensurada pelo IPCA-15. Depois de oscilar em território positivo nas primeiras horas de pregão, o índice geral cedeu à pressão externa e anotou em quase todos os setores.

No radar, os investidores repercutiram a situação geopolítica no leste europeu. O governo russo enviou soldados às duas regiões separatistas da Ucrânia após reconhecer sua independência. Em resposta, os Estados Unidos, o Reino Unido e a União Europeia anunciaram a imposição de sanções a Moscou.

Nesse sentido, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que está aberto ao diálogo e ao fortalecimento da diplomacia, contudo, não irá comprometer a segurança do seu país nem declinar de sua soberania.

+ Carteira Recomendada de Ações Fevereiro: Baixe agora!

Ao mesmo tempo, o governo da Ucrânia declarou estado de emergência e relatou que os sites estatais estão fora do ar devido aos diversos ataques cibernéticos. Kiev também solicitou que os seus cidadãos que estão em território russo saiam do país.

Uma notícia divulgada pela Newsweek informou que a Rússia estaria se preparando para realizar uma invasão ao território ucraniano, em grande escala, dentro de 48 horas. Por sua vez, a agência de notícias justificou a informação citando fontes da inteligência americana.

Enquanto isso, ficou no radar a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15), que subiu 0,99% em fevereiro, superando as previsões dos especialistas.

Segundo o economista da Rio Bravo, Luca Mercadante, a surpresa negativa causada pelas variações de alta em quase todos os grupos do índice reforçou a leitura de que a inflação pode durar mais tempo.

Destaques Corporativos

Na B3, as ações da BRF (BRFS3) fecharam em queda, apesar de a companhia divulgar um crescimento no lucro líquido do quarto trimestre. Da mesma forma, os BDRs da Nubank (NUBR33) recuaram na B3, após os balanços da fintech mostrarem uma situação não tão otimista.

Em contrapartida, as ações da Eletrobras (ELET3/ELET6) registraram ganhos, após a assembleia de acionistas aprovar a privatização da companhia elétrica.

Top 5 máximas do índice: Sulamérica (SULA11), Rede D’Or (RDOR3), Eletrobras (ELET6), Cemig (CMIG4) e Eletrobras (ELET3).

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Top 5 mínimas do índice: 3R Petroleum (RRRP3), Banco Inter (BIDI11), CVC (CVCB3), Suzano (SUZB3) e Alpargatas (ALPA4).

Como resultado, o Ibovespa caiu 0,78% aos 112.007 pontos, com um volume financeiro negociado de R$ 23,645 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Ibovespa fecha em queda com foco nas tensões Rússia-Ucrânia e na piora da inflação

Leia também:

Em mais um pregão de queda, dólar fecha a R$ 5 reagindo ao fluxo estrangeiro

Raia Drogasil tem lucro de R$ 187 milhões no 4T21; analistas recomendam as ações

Vivo reporta lucro de R$ 2,628 bilhões no 4T21 e anuncia pagamento de dividendos


Sobre o autor