Ações

Ibovespa fecha em alta apesar da volatilidade e do susto com a Petrobras

Por Fast Trade
27 setembro 2021 - 19:10 | Atualizado em 28 setembro 2021 - 06:21
Abertura desta terça-feira 25 de maio

O Ibovespa fechou em alta nesta segunda-feira (27), apesar da volatilidade presente na sessão e do susto com a coletiva de imprensa da Petrobras. Os investidores ficaram receosos após o presidente Jair Bolsonaro informar que poderia rever a política de preços dos combustíveis para reduzir o custo dos consumidores.

No entanto, a petroleira estatal anunciou um pronunciamento oficial e o presidente da companhia, Joaquim Silva e Luna, negou qualquer possibilidade de alteração na atual sistemática de preços. Vale destacar que a Petrobras utiliza como metodologia a paridade em relação ao valor internacional do barril tipo Brent.

Por esse motivo, as ações da companhia (PETR3/PETR4) saíram de queda em mais de 2% para alta de 1%, o que impulsionou o desempenho do índice geral.

+ O que ninguém te conta sobre os investimentos em ações

Ao mesmo tempo, lá fora, o mercado repercutia as notícias sobre a situação da Evergrande, que ainda não manifestou sobre o pagamento de US$83 bilhões em títulos cujo vencimento ocorreu na semana passada.

Também no gigante asiático, a possível crise energética vem gerando preocupações em praticamente todos os setores macroeconômicos. Isto porque o aperto na oferta de carvão pode provocar uma forte contração nos níveis de produção industrial, o que deve resultar na desaceleração da atividade.

No cenário político, o ministro da Economia, Paulo Guedes, apresentou diversos pontos de avanço na reforma administrativa e exaltou o projeto, apesar de ter sido desidratado. Além disso, durante o evento, ele disse que a Petrobras e o Banco do Brasil estão no planejamento de privatizações do governo para os próximos dez anos.

Por fim, Guedes comentou que em 10 ou 15 anos, o Mercosul poderá ter moeda única e maior integração. Porém, ele ressaltou que neste momento a América Latina está retrocedendo.

Destaques Corporativos

Na B3, as companhias do setor bancário Itaú Unibanco (ITUB4), Bradesco (BBDC4), Santander (SANB11) e Banco do Brasil (BBAS3) foram o destaque de alta.

Em contrapartida, a Méliuz (CASH3) registrou forte queda, acompanhando a sessão de correção para as empresas varejistas e ligadas ao e-commerce.

Top 5 máximas do índice: BRF (BRFS3), Marfrig (MRFG3), PetroRio (PRIO3), Santander (SANB11) e Bradesco (BBDC4).

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Top 5 mínimas do índice: Méliuz (CASH3), Via (VIIA3), Banco Inter (BIDI11), Magazine Luiza (MGLU3) e Grupo Soma (SOMA3).

Como resultado, o Ibovespa subiu 0,27% aos 113.583 pontos, com um volume financeiro negociado de R$24,224 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Ibovespa fecha em alta apesar da volatilidade e do susto com a Petrobras

Leia também:

Dólar sobe a R$5,37 de olho na cena local e renova a máxima em um mês

Fusão na Omega é positiva e vai impulsionar o preço da ação, dizem os analistas

Goldman prevê aumento nos preços do petróleo e eleva a cotação do barril a US$90


Sobre o autor