Ações

Ibovespa desvia de NY e avança 1,2% com Caged e reforma ministerial no radar

Por Fast Trade
30 março 2021 - 19:09 | Atualizado em 31 março 2021 - 07:01
A movimentação do mercado esta semana segundo analistas do Bradesco

O Ibovespa encerrou em alta nesta terça-feira (30), refletindo os dados divulgados pelo Caged e as novidades sobre a reforma ministerial de Jair Bolsonaro.

Apoiado pelo tom otimista do cenário doméstico, o índice geral ganhou força na valorização das companhias do setor bancário, varejistas e siderúrgicas.

Além disso, também contribuíram os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) ao informar a criação de 401.639 novas oportunidades de trabalho com carteira assinada em fevereiro. Os dados superaram as projeções dos economistas, que apostavam em apenas 300 mil novas vagas.

Segundo informações do ministério da Economia, este é o melhor resultado para o mês desde o início da série histórica em 1992.

Guia completo para obter sucesso nas operações de Day Trade

Ao mesmo tempo, ficou em destaque a reforma ministerial, com Bolsonaro trocando o comando de diversas pastas. Dentre as mudanças, a deputada Flávia Arruda (PL) assumiu a Secretaria do Governo, o órgão responsável pela articulação política junto ao Congresso.

Em contrapartida, o ministério da Defesa anunciou a substituição dos três comandantes das Forças Armadas: Edson Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antônio Carlos Moretti Bermudez (Aeronáutica).

Em outro front, as brechas do Orçamento pesaram, sobretudo, após o projeto de lei abrir espaço para que a quebra da Responsabilidade Fiscal por parte do governo. Frente à possibilidade de rejeição das contas públicas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), a equipe econômica avalia alterar a proposta.

Contexto Internacional

Enquanto isso, nos Estados Unidos, o dia foi de perdas para as Bolsas de Nova York, refletindo a instabilidade provocada pela liquidação de ativos no valor de R$20 bilhões promovida pelo fundo de hedge Archego.

Em Wall Street, o Dow Jones caiu 0,31%, o S&P 500 recuou 0,32% e o Nasdaq Composto perdeu 0,11%.

Nesse sentido, o movimento de queda ocorreu após o fracasso da oferta pública de ações da ViacomCBS, levando os corretores da empresa a desmontarem posições.

Destaques Corporativos

Na B3, o destaque negativo foi para as ações da Petrobras (PETR3/PETR3) e da PetroRio (PRIO3), que acompanharam o recuo dos preços do petróleo.

Já as companhias aéreas Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4) avançaram junto com Embraer (EMBR3) e CVC (CVCB3) refletindo a perspectiva de recuperação da economia global.

Top 5 máximas do índice: Embraer (EMBR3), Gol (GOLL4), Azul (AZUL4), EzTec (EZTC3), Cyrela (CYRE3).

Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Top 5 mínimas do índice: Suzano (SUZB3), PetroRio (PRIO3), Klabin (KLBN11), Minerva (BEEF3), Vale (VALE3).

Como resultado, a Bolsa brasileira avançou 1,24% aos 116.849 pontos, com um volume financeiro de R$20,508 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

 

Leia também:

Dólar fecha a R$5,76 reagindo às turbulências em Brasília

Petróleo fecha em queda com salto no câmbio e reabertura do Canal de Suez

IPO da Raízen deve levantar R$13 bilhões e pode ser uma das maiores na história


Sobre o autor