Ações

Ibovespa desaba 4,87% e volta aos 112 mil com forte declínio da Petrobras

Por Fast Trade
22 fevereiro 2021 - 19:00 | Atualizado em 23 fevereiro 2021 - 07:00
Pela 12ª semana consecutiva mercado reduz estimativas de crescimento econômico em 2019

O Ibovespa desabou nesta segunda-feira (22), retrocedendo à faixa de 112 mil pressionado pelo forte declínio da Petrobras.

O índice geral anotou perdas expressivas em meio ao clima de incertezas sobre a possível “interferência” política na estatal.

Isto porque, o presidente Jair Bolsonaro demitiu o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, justificando que houve um reajuste abusivo nos preços dos combustíveis.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Para ocupar o cargo de CEO da estatal foi indicado o general Joaquim Silva e Luna, que foi ministro da Defesa no governo de Michel Temer e apresenta um perfil apaziguador.

Como resultado da medida, as ações da Petrobras (PETR3/PETR4) recuaram 20,48% e 21,51% respectivamente.

Eleito com um discurso liberal, Bolsonaro surpreendeu ao adotar um tom mais populista e acenar para uma intervenção também em outras estatais.

Baixe agora: Calendário do Trader 2021

Por esse motivo, as ações da Eletrobras (ELET3/ELET6) recuavam 5% e 4% respectivamente, sendo o próximo alvo do presidente. Ele disse que vai atuar no setor de energia, classificando-o como um “problema” a ser resolvido.

De acordo com a Folha de S. Paulo, Bolsonaro estaria negociando com a equipe econômica para reduzir a conta de luz utilizando um fundo setorial e cortes de impostos.

Assim, de olho nas eleições de 2022, o presidente estaria contrariando a pauta liberal, já pensando em medidas que aumentem a sua popularidade.

Contexto Internacional

Enquanto isso, lá fora, as Bolsas americanas fecharam mistas reagindo ao aumento nos rendimentos dos títulos do Tesouro do país.

Os papéis com vencimento em 10 anos renovavam as máximas, refletindo a expectativa pela recuperação da economia dos EUA.

Em contrapartida, um efeito colateral grave deste aumento nos juros é a inflação, que tende a pressionar os custos do endividamento das empresas e famílias em geral.

Em Wall Street, o Dow Jones subiu 0,08%, o S&P 500 recuou 0,77% e o Nasdaq Composto desabou 2,46%.

Destaques Corporativos

Na B3, as ações da Eletrobras (ELE3/ELET6) fecharam em queda, também refletindo as ameaças de Bolsonaro sobre uma possível intervenção na companhia.

Ao mesmo tempo, as ações das Lojas Americanas (LAME4) subiram 19,88% após anúncio de uma possível combinação de negócio com a B2W Digital (BTOW3).

Top 5 máximas do índice Ibovespa: Lojas Americanas (LAME4), Embraer (EMBR3), Cielo (CIEL3), PetroRio (PRIO3), Klabin (KLBN11).

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Top 5 mínimas do índice Ibovespa: Petrobras (PETR4), Petrobras (PETR3), Banco do Brasil (BBAS3), Ultrapar (UGPA3), Via Varejo (VVAR3).

Como resultado, a Bolsa brasileira desabou 4,87% aos 112.667 pontos, com um volume financeiro de R$54,334 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Ibovespa desaba 4,87% e volta aos 112 mil com forte declínio da Petrobras

Leia também:

Petróleo fecha em alta impulsionado pelo lento retorno da produção dos EUA

Dólar dispara a R$5,45 em reação à “intervenção” política nas estatais

Indústria: 82% das empresas pretendem investir em 2021, revela CNI


Sobre o autor