Ações

Ibovespa desaba 1,32% com pandemia e escândalo no setor bancário

Por Fast Trade
21 setembro 2020 - 18:56 | Atualizado em 22 setembro 2020 - 07:01
Ibovespa futuro

O Ibovespa encerrou em queda nesta segunda-feira (21), refletindo os temores com a pandemia e o escândalo no setor bancário.

Em sessão de vencimento de opções, o índice geral sofreu com a intensa volatilidade e acompanhou o desempenho dos mercados internacionais.

Ao longo do dia, a Bolsa brasileira chegou a cair 2,51% na mínima do dia, batendo em 95.820 pontos, mas, conseguiu devolver parte das perdas.

Ficou em destaque o pessimismo frente ao aumento do número de casos de coronavírus na Europa, sobretudo, após a reabertura das cidades.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Nesse sentido, o Reino Unido está considerando realizar um novo lockdown para conter o ritmo de contágio da doença, que só no país, já matou mais de 41 mil pessoas.

Ao mesmo tempo, a Espanha restringiu o deslocamento de 850 mil moradores da zona Sul de Madri, autorizando saídas somente para ir ao trabalho, médico ou escola.

Outro fator de pressão era a acusação feita por um Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ), na qual, revelou um esquema envolvendo as grandes instituições financeiras mundiais.

Segundo a reportagem, documentos do governo dos Estados Unidos mostraram que J.P. Morgan, Deutsche Bank, HSBC e outros cometeram crimes de lavagem de dinheiro e financiamento de redes criminosas.

Baixe gratuitamente: Guia do investidor iniciante

Ao que parece, os bancos realizaram operações obscuras, transferindo quantias de origem ilícita a contas duvidosas, totalizando cerca de US$2 trilhões, entre 1999 e 2017.

Também contribuiu com o mau humor a disputa entre a Casa Branca e o Congresso americano pela aprovação do pacote de estímulos financeiros.

Em Wall Street, o Dow Jones caiu 1,84%, o S&P 500 recuou 1,16% e o Nasdaq Composto perdeu 0,13%.

Noticiário Corporativo e principais expoentes na B3

Na B3, a Sul América (SULA11) fechou em alta de 2,86%, após a unit ter sua recomendação elevada para overweight pelo J.P. Morgan, com preço-alvo de R$54.

Já as companhias Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) anotaram perdas de 8,46% e 7,80% respectivamente, devido às preocupações diante de possível volta das quarentenas no continente europeu.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Top 5 máximas do índice à vista: B2W Digital (BTOW3), Sul América (SULA11), Weg (WEGE3), Magazine Luiza (MGLU3), Braskem (BRKM5).

Top 5 mínimas do índice à vista: Gol (GOLL4), Azul (AZUL4), Embraer (EMBR3), Ecorodovias (ECOR3), Iguatemi (IGTA3).

Como resultado, a Bolsa brasileira desabou 1,32% aos 96.990 pontos, com um volume financeiro de R$21,979 bilhões.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Ibovespa desaba 1,32% com pandemia e escândalo no setor bancário

Leia também:

Dólar sobe a R$5,39 com risco coronavírus e ameaça fiscal

Futuros do petróleo recuam aproximadamente 4% com demanda, oferta e dólar no radar

Balança comercial é superavitária em US$ 1,506 bilhão na 3ª semana de setembro


Sobre o autor