AçõesHome

Ibovespa cai com realização de lucros, mas mantém os 94 mil; dólar sobe a R$3,72

Por Pablo Vinicius Souza
15 janeiro 2019 - 19:04

Depois de renovar sua máxima intradiária alcançando o patamar de 94.695 pontos, o Ibovespa desviou do movimento de alta visto nos mercados internacionais e passou por uma sessão de realização de lucros. O clima de cautela predominou entre os investidores, que ficaram atentos ao noticiário político e aos desdobramentos da votação para o Brexit no Reino Unido. Refletindo o cenário, a Bolsa brasileira encerrou com perdas de 0,44%, a 94.055 pontos e um giro financeiro de R$11,682 bilhões.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

O dólar comercial fechou em valorização de 0,73%, sendo cotado a R$3,72, atingindo o maior nível em uma semana. Indicadores técnicos sugerem uma pequena correção no câmbio, após operar com a cotação em queda desde o início do ano, considerando que a moeda respeitou o intervalo de negociação de R$3,68 a R$3,72. Na avaliação dos especialistas, essa correção é normal, já que o mercado está aguardando novidades mais concretas sobre a Reforma da Previdência, para então ajustas posições.

Relatório gratuito – Petrobras: O petróleo é nosso

Os contratos de juros futuros, que oscilaram ao longo do dia, encerraram em alta, acompanhando as movimentações da divisa americana. O DI com vencimento para setembro/2019 aumentou 0,23%, sendo vendido a 6,48% (6,45% no ajuste anterior), o DI para dezembro/2021 subiu 1,25%, sendo comercializado a 8,10% (8,01% no ajuste anterior) e o DI para dezembro/2026 avançou 1,30%, sendo negociado a 9,34% (9,23% no ajuste anterior).

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou

As blue chips fecharam em queda, refletindo as turbulências do cenário externo. As ações da Eletrobras lideraram as perdas da sessão. A Vale passou por um forte movimento de realização de lucros, apesar das notícias otimistas em relação à China.

COMPANHIAS ESTATAIS
Ativo 14/01 15/01 Ativo 14/01 15/01
Petrobras (PETR3) -0,35% -0,32% Vale (VALE3) +0,42% -0,48%
Petrobras (PETR4) -0,56% -0,08% Embraer (EMBR3) +0,42% +0,65%
Eletrobras (ELET3) -0,06% -2,78% Banco do Brasil (BBAS3) +2,32% -1,16%
Eletrobras (ELET6) -0,61% -3,61% Cemig (CMIG4) +0,58% -0,79%

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

SETOR BANCÁRIO SETOR SIDERÚRGICO
Ativo 14/01 15/01 Ativo 14/01 15/01
Itaú Unibanco (ITUB3) +1,15% -1,35% Usiminas (USIM3) -1,88% +0,33%
Santander (SANB11) +1,50% -2,29% CSN (CSNA3) -0,91% -1,54%
Bradesco (BBDC3) +0,11% +0,38% Gerdau (GGBR4) -0,13% -1,97%

Maiores altas do Ibovespa:

SUZB3 / R$ 42,30 / +8,46%
VVAR3 / R$ 4,98 / +3,32%
KLBN11 / R$ 18,34 / +2,92%
IGTA3 / R$ 40,50 / +2,53%
ENBR3 / R$ 15,30 / +2,27%

Maiores baixas do Ibovespa:

CCRO3 / R$ 13,46 / -3,86%
CIEL3 / R$ 10,50 / -3,67%
ELET6 / R$ 32,86 / -3,61%
GOLL4 / R$ 24,37 / -3,14%
ELET3 / R$ 30,08 / -2,78%


Sobre o autor