Ações

Ibovespa cai com indicadores dos EUA e inquérito Fake News

Por Fast Trade
28 maio 2020 - 12:40 | Atualizado em 28 maio 2020 - 16:00

O Ibovespa opera em queda nesta quinta-feira (28), reagindo aos indicadores econômicos dos Estados Unidos e ao inquérito das Fake News.

Lá fora, as Bolsas americanas subiam modestamente, apesar de o Produto Interno Bruto (PIB) do país demonstrar contração de 5% no primeiro trimestre.

Além disso, os pedidos de auxílio desemprego atingiram o total de 2,123 milhões na semana passada, superando as estimativas dos economistas.

Essa situação evidenciou a dimensão dos efeitos da pandemia na economia dos EUA, que registrou o pior desempenho desde a crise financeira de 2008.

Na Europa, as Bolsas também avançavam repercutindo a reabertura dos países e o pacote de estímulo de 2,4 trilhões de euros para combater o coronavírus.

Nesse sentido, a zona do euro começa a ver os resultados das medidas de isolamento através do controle da propagação do Covid-19 no velho continente.

Ademais, os investidores estão animados com o avanço no desenvolvimento das vacinas e dos medicamentos que podem ajudar no tratamento da doença.

Tensão política entre governo e STF, veto de Bolsonaro e mercado local

Por aqui, o clima de tensão entre os poderes voltou a pressionar o índice geral e contaminar as perspectivas do mercado local.

Nesse contexto, a deflagração da operação da Polícia Federal que atingiu em cheio empresários e blogueiros bolsonaristas que investiga a disseminação de Fake News abalou os ânimos do governo.

Após uma reunião com ministros, o presidente Jair Bolsonaro teria dito que não aceitará mais um dia como ontem, quando a PF realizou buscas e apreensões nas casas dos seus aliados.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, Bolsonaro solicitou à Advocacia Geral da União (AGU) que entre com um pedido de habeas corpus para impedir que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, deponha ao Supremo Tribunal Federal.

Desse modo, o ministro foi intimado no âmbito do inquérito das Fake News a dar explicações sobre suas falas de ataque à instituição.

Também ficou no radar, o presidente sancionou o pacote de ajuda aos Estados e Municípios vetando dispositivos que concedia reajustes aos servidores públicos.

Nas últimas sessões, a mera expectativa por este veto impulsionou o mercado acionário, levando a B3 a apurar ganhos expressivos.   

Contudo, hoje as ações locais estão passando por um movimento de correção conhecido como “sobe no boato e cai no fato”.

Assim, as mínimas do momento eram registradas por CVC (CVCB3), Grupo Natura (NTCO3), Cemig (CMIG4), Iguatemi (IGTA3) e Localiza (RENT3).

Ás 12h40 (horário de Brasília), a Bolsa brasileira caía 0,66%, aos 87.364 pontos, com um volume financeiro de R$6,450 bilhões.

Ibovespa cai com indicadores dos EUA e inquérito Fake News

Fique por dentro das últimas notícias do mercado financeiro:

Dólar avança com tensões geopolíticas e dados dos EUA

Petrobras (PETR4) capta US$ 3,25 bi com títulos globais

IBOV: Em decisão assumidamente ‘controversa’, Credit Suisse vê bolsa brasileira barata e recomenda compra

Ministro da Justiça entra com habeas corpus no STF para blindar Weintraub


Sobre o autor