Ações

Ibovespa avança 1,21% com pares globais e veto de Bolsonaro

Por Fast Trade
27 maio 2020 - 12:50 | Atualizado em 27 maio 2020 - 15:59
velha política

O Ibovespa opera em alta nesta quarta-feira (27), seguindo o desempenho de seus pares globais e expectativa ao veto de Bolsonaro.

No exterior, os mercados internacionais continuam avançando impulsionados pela reabertura dos países na Europa e pelas perspectivas de relaxamento das quarentenas nos Estados Unidos.

Além disso, o bom humor prevalecia graças ao desenvolvimento de vacinas por diversas empresas, que já estão realizando os testes em humanos.

Na véspera, a companhia Novavax informou que os estudos estão avançados e há um medicamento que se mostrou muito eficiente contra o Covid-19.

Nesse sentido, os investidores estão esperançosos que, em breve, haverá um tratamento eficaz e disponível contra a doença.

Outro fator de destaque é a divulgação do Livro Bege do Federal Reserve, que fornecerá detalhes sobre as diretrizes de política monetária aplicadas nos EUA.

Enquanto isso, na Europa, a Comissão Europeia está discutindo conceder um novo pacote de ajuda de até 750 bilhões de euros à região.

Essa seria o maior estímulo financeiro já adotado pelo bloco econômico para superar a recessão que se instaurou no velho continente.

Contexto brasileiro e a expansão do Covid-19

Na manhã de hoje, o mercado de trabalho brasileiro contabilizou o fechamento de 860.503 empregos com carteira assinada durante o mês de abril.

Desse modo, foram 598.596 admissões e 1.459.099 demissões no período, segundo dados do Ministério da Economia.

Assim, estima-se que o cenário macroeconômico em 2020 seja ainda mais desafiador, sobretudo, pelos efeitos da pandemia.

Ao todo, já são 391.222 casos confirmados de coronavírus e 24.512 pessoas vieram a óbito com a doença, sem contar com as subnotificações.

Embora o país ainda esteja na fase crescente da curva de infecções, diversas cidades estão adotando medidas de flexibilização das medidas de isolamento.

No cenário político, o mercado aguardava com grande expectativa o veto do presidente Jair Bolsonaro ao reajuste salarial de algumas categorias de servidores públicos.

Também ficou no radar a notícia de que a Polícia Federal deflagrou mais fase do inquérito das Fake News, cumprindo 29 mandados de busca e apreensão.

Nesse sentido, estão entre os alvos da investigação o ex-deputado federal, Roberto Jefferson, o empresário Luciano Hang, o blogueiro Allan dos Santos e o Deputado Estadual Douglas Garcia.

Na B3, as companhias Gerdau (GGBR4), Gerdau Metalúrgica (GOAU4), Embraer (EMBR3), CSN (CSNA3) e Braskem (BRKM5) lideravam os ganhos do momento.

Ás 12h50 (horário de Brasília), a Bolsa brasileira subia 1,11%, aos 86.506 pontos, com um volume financeiro de R$9,044 bilhões.

Ibovespa avança seguindo pares globais e veto de Bolsonaro

Fique por dentro das últimas notícias do mercado financeiro:

Dólar opera em queda com ajuste técnico e exterior positivo

Aversão ao risco derruba emissão de debêntures incentivadas em 40%

Brasil está habilitado e vai exportar carne bovina para a Tailândia


Sobre o autor