HomePolítica

Guedes: Integração Brasil-Argentina vai fazer Mercosul funcionar; governo prevê moeda única

Por Pablo Vinicius Souza
07 junho 2019 - 11:00

Na Argentina, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sinalizou uma possível união monetária com o país.

Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, essa aproximação entre ambos os países vai colocar o “Mercosul para rodar”.

“Estamos combinando uma integração energética, integração das fronteiras agrícolas”, disse ele, na tradicional transmissão ao vivo de Bolsonaro, às quintas-feiras.

Segundo destaques do Estadão, os governos discutiram a criação de uma moeda comum entre Brasil e Argentina, nomeada “peso real”.

O objetivo não é recente. Desde o início do Mercosul, em meados dos anos 90, especulação a criação da moeda.

Embora as políticas macroeconômicas possam avançar para uma moeda comum, o Banco Central negou que haja estudos para esse fim.

Quanto ao acordo entre Mercosul e União Europeia, o ministro da Economia comentou brevemente dizendo que “estamos a três semanas de fazer o que não se fez em 30 anos”.

Durante a transmissão no Facebook, Bolsonaro também falou que é preciso haver um “casamento de meio ambiente e progresso”.

Leia mais:

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta sexta-feira

Reforma da Previdência: regra para servidor perto da aposentaria pode mudar

Banco Central revela saída de R$ 718,7 milhões da caderneta poupança em maio

Investidor estrangeiro acumula saldo negativo na Bolsa; investidor institucional tem superávit

Câmbio derruba safra 2018/19 da Biosev, sem efeito caixa; margem melhora

Governo e Petrobras vencem no STF com destravamento de venda da TAG


Sobre o autor