Economia

Governo Central anota déficit primário de R$ 3,563 bilhões em outubro

Por Fast Trade
27 novembro 2020 - 08:00 | Atualizado em 27 novembro 2020 - 09:40
Monitor do PIB recua 0,4% em fevereiro, diz FGV

O Governo Central, formado pelo Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social, findou outubro com déficit primário de R$ 3,563 bilhões. Esse foi o pior desempenho registrado para o período desde 2015, quando o déficit chegou a R$ 13,189 bilhões,de acordo com a Agência Brasil.

Baixe gratuitamente: Guia do investidor iniciante

Em contrapartida, o resultado veio bem melhor que o estimado pelo mercado. Tradicionalmente, as contas públicas costumam registrar superávit em outubro.

Assim sendo, o déficit computado pelo Governo Central ainda reflete a retração da economia provocada pelo novo covid-19.

Parte do mercado projetava um déficit de R$ 19,15 bilhões para outubro, conforme mostrou a Reuters.

Por outro lado, as instituições financeiras sondadas pelo Prisma Fiscal, publicação do Ministério da Economia com analistas de mercado, estimavam déficit de R$ 44,1 bilhões.

Em contrapartida, a receita líquida do Governo Central anotou um aumento real de 9,8% (R$ 11,9 bilhões) acima da inflação sobre um ano antes. Em setembro, no entanto, as receitas totais das contas recuaram 2% (descontada a inflação).

Antes de mais nada, é importante diferenciar o superávit do déficit primário. Em primeiro lugar, o déficit primário corresponde ao resultado negativo nas contas do governo desconsiderando os juros da dívida pública.

Baixe agora: Dólar e Mini Dólar – Desvendando este mercado

Governo Central em 2020

Com o resultado de outubro, o Governo Central já acumula um déficit primário de R$ 680,974 bilhões entre janeiro a outubro. Dessa forma, o déficit renovou o recorde da série histórica para o período.

Em 2019, por exemplo, o déficit somava R$ 63,854 bilhões nos dez primeiros meses do ano. Já no acumulado de 12 meses, esse resultado negativo chega a R$ 725,6 bilhões, ou seja, 9,8% do Produto Interno Bruto (PIB).

Segundo o Ministério da Economia, o Governo Central deve encerrar 2020 com déficit de R$ 844,3 bilhões, ou 11,7% do PIB.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Reformas

Embora possa gastar mais, o Tesouro voltou a falar sobre a importância de prosseguir com as reformas estruturais.

Nesse sentido, o órgão disse que é preciso retomar os esforços de prosseguir com as reformas administrativa, do pacto federativo e emergencial após a pandemia.

Caso isso não aconteça, a perspectiva do órgão é que haja danos para a sociedade, bem como para a economia.

“A retomada do processo de consolidação fiscal passa pela garantia de que despesas temporárias não se tornem permanentes e pela discussão sobre o crescimento das despesas obrigatórias, reduzindo as incertezas sobre a trajetória futura do gasto público e robustecendo nossas regras fiscais, como o teto de gastos, base da ancoragem das expectativas, da recente queda de juros no Brasil e do aumento da confiança dos agentes econômicos”, disse o Tesouro, em comunicado.

Outra ponderação do órgão é que “as próximas quatro semanas serão definitivas para o rumo das contas públicas nos próximos cinco ou dez anos”.

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

Receita do Governo Central

As receitas das contas públicas cresceram por causa das receitas não administradas, que dependem do pagamento de tributos, segundo o Tesouro.

Essas receitas cresceram R$ 12,4 bilhões acima da inflação, ante o mesmo mês de 2019, impulsionadas sobretudo pela recuperação da atividade econômica.

Por sua vez, a arrecadação líquida da Previdência Social cresceu R$ 6,2 bilhões acima da inflação na mesma base de comparação. Já a despesa total subiu R$ 24,5 bilhões (+21,8%), quando comparados a outubro de 2019.

Por fim, acesse os resultados divulgados ontem (26) pelo Tesouro:

Relatório: relatorio_out20.pdf
Apresentação: apresentacao_out20.pdf
Sumário Executivo: sumario_out20.pdf
Tabela: serie_historica_out20.xlsx

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade.

Leia também:

Ibovespa fecha em leve alta refletindo a sessão de baixa liquidez

Preços do petróleo tropeçam em dia de baixa liquidez com feriado nos EUA

Dólar fecha a R$5,33 com foco no exterior e no quadro político

CRFB3: Carrefour perde R$ 2 bilhões em valor de mercado após homicídio em loja

GOLL4: média diária de voos da Gol sobe 34% em outubro

CCRO3: CCR anuncia emissão de R$ 960 milhões em debêntures


Sobre o autor