Empresas

GOLL4: Em meio à crise inédita, Gol anuncia cortes de salários, ajuste de projeções e suspensão de metas

Por TradersClub
07 abril 2020 - 09:38 | Atualizado em 04 janeiro 2021 - 17:37
Gol (GOLL4)

A Gol anunciou que deve reduzir a remuneração de executivos e tripulantes entre 40% e 50% e que suspendeu as projeções e metas operacionais para 2020 e 2021, ajustando as projeções de curtíssimo prazo para refletir a pouca visibilidade quanto à receita, custos e atividade por conta da crise criada pela pandemia do coronavírus no setor aéreo. 

A maior aérea brasileira de capital nacional espera lucro por ação de R$0,25 no primeiro trimestre e margem operacional, medida pelo EBITDA como proporção da receita, entre 44% e 46% no período e uma dívida líquida no primeiro trimestre de aproximadamente 2,8 vezes o EBITDA anual. Já para o segundo trimestre, o impacto do gasto com hedge de combustível deve ser de R$200 milhões. Na véspera, a Gol tinha informado uma queda de 22,2% no número de assentos ocupados e de 29,2% na demanda em março deste ano, na base anual. Segundo a Gol, as rotas internacionais foram praticamente interrompidas no mês passado. Toda a malha aérea da empresa foi readequada ao longo de março. (GPB) 


Sobre o autor