Empresas

Gol reporta taxa de ocupação dos voos em 71,8% e mais resultados prévios de março

Por Fast Trade
06 abril 2021 - 10:00 | Atualizado em 06 abril 2021 - 12:03
GOLL4

A taxa de ocupação dos voos da Gol Linhas Aéreas (GOLL4) ficou em 71,8% em março, conforme seus resultados prévios de tráfego. Assim sendo, o indicador superou levemente a porcentagem registrada em março do ano passado, quando marcou 71,6%.

+ Guia completo para obter sucesso nas operações de Day Trade

No total, a companhia aérea operou cerca de 245 voos por dia no terceiro mês do ano corrente. Além disso, explicou ter adequado frequências à menor demanda nos seus hubs de Congonhas (São Paulo), Galeão (Rio de Janeiro), Brasília (Distrito Federal), Fortaleza (Ceará) e Salvador (Bahia).

Por outro lado, a aérea não realizou voos internacionais no mês. Ao todo, foram 7.581 decolagens realizadas pela empresa, ou seja, um recuo de 52% frente ao mesmo período do ano passado. Como resultado, a aérea acumulou 32.689 decolagens nos três primeiros meses do ano, queda de 48,1% ante o 1T20.

Oferta e demanda da Gol

Na sequência dos números prévios de tráfego reportados pela Gol referentes a março, destaque para: Considerando que não houve voos internacionais, a demanda (RPK) para os voos domésticos da Gol diminuiu 32% na passagem de fevereiro para março.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Já na comparação entre março de 2021 e o mesmo período do ano imediatamente anterior, a retração foi ainda maior: -47,8%. Entre janeiro e março, a demanda por voos contraiu 44% ante igual período do ano anterior. 

Ao mesmo tempo, a oferta (ASK) da empresa aérea declinou 23% entre fevereiro e março e 47,7% quando comparada a março de 2020. Nesse sentido, o recente resultado foi atrelado a, principalmente, uma redução na demanda por passagens aéreas.

Assim também, houve um aumento no número de cancelamentos e até não comparecimentos (no-show), sobretudo por causa da segunda onda de covid-19.

No trimestre, a demanda registrou a mesma variação que a oferta (na comparação com o 1T20), resultando em uma taxa de ocupação de 79,8%.

Antes de mais nada, leia também:

Mercado financeiro mantém projeção para a Selic em 2021 e mais previsões

Inflação medida pelo IPC-S foi de 1,00% em março


Sobre o autor