Empresas

Gol (GOLL4) divulga prévias e Goldman Sachs mantém recomendação de compra

Por Fast Trade
27 maio 2021 - 10:00 | Atualizado em 27 maio 2021 - 12:03
Gol (GOLL4)

A Gol Linhas Aéreas (GOLL4) encerrou o pregão de quarta-feira (26) entre as maiores máximas do Ibovespa, refletindo suas novas projeções para o segundo trimestre.

De acordo com a aérea, sua receita líquida será bilionária entre abril, maio e junho. A previsão, no entanto, ficaria 15% abaixo da projeção feita pelos analistas do Goldman Sachs.

O guidance para o segundo semestre trouxe uma estimativa de R$ 6 bilhões, apenas 9% a menos do que o projetado pelo banco de investimentos.

+ Glossário do Trader

Em relatório, os analistas Bruno Amorim, João Frizo e Osmar Camilo, comentaram o resultado ligeiramente abaixo do GSe. Segundo eles, “a orientação de receita aponta para uma recuperação significativa em receitas no 2S”.

Nesse sentido, a empresa indicou que esse movimento sustenta a perspectiva de uma “forte recuperação após a crise do covid”. Além disso, o Goldman Sachs manteve sua classificação de compra na Gol (GOLL4), com preço-alvo de R$ 28,60.

A avaliação nesse sentido é que consideram a aérea “subvalorizada em relação à Azul, e esperamos que a lacuna seja reduzida conforme a capacidade e a demanda da Gol se recuperem do outro lado da crise COVID-19″.

A manutenção da recomendação de compra se baseou ainda em outras expectativas otimistas da companhia, como para a taxa de ocupação (de 79% para 81%).

Além disso, os custos unitários recorrentes devem ficar 40% a menos quando comparados com o segundo trimestre de 2020. Anteriormente, a projeção indicava uma queda de 27% nos custos.

Atrelado a isso, o mercado pode repercutir nesta quinta-feira (27) a projeção da Associação Internacional de Transportes Aéreos (Iata, na sigla em inglês).

A expectativa da entidade é que o número global de passageiros de companhias aéreas deve recuperar 52% dos níveis pré-pandemia ainda em 2021.

Antes de mais nada, leia outros destaques não relacionados com a GOLL4:

 


Sobre o autor