Mercados

Fundos de investimentos contabilizam saída líquida de R$ 31,2 bilhões em março

Por Bruna Santos
08 abril 2020 - 08:21 | Atualizado em 08 abril 2020 - 08:21

A pandemia do Covid-19 explodiu de modo global em março e impactou a indústria de fundos de investimentos no Brasil. Apenas no referido período, o setor registrou uma saída líquida, descontando as entradas de dinheiro, de R$ 31,2 bilhões.

Embora o mês tenha findado com saldo negativo, a indústria acumula captação líquida positiva de R$ 6,8 bilhões no trimestres.

Boa parte dos impactos do coronavírus ainda são imensuráveis na economia global, portanto, o mau desempenho da Bolsa de Valores brasileira para o mês, cujo resultado implicou na pior queda mensal (-30%) em 22 anos, não causou pânico nos investidores dos fundos de ações.

Assim sendo, houve uma entrada líquida de R$ 8,3 bilhões e R$ 45 bilhões no primeiro trimestre para o segmento.

De acordo com o Valor Investe, os fundos de ações do tipo “livre” foram os que mais captaram na Bolsa, totalizando R$ 4 bilhões em março e R$ 26 bilhões no acumulado do ano, descontando as saídas, seguido dos ETFs (R$ 5,2 bilhões em março e R$ 9,3 bilhões no ano).

Em contrapartida, a renda fixa foi o fundo de investimento que mais sofreu, com resgate líquido de R$ 42,9 bilhões. Além disso, a saída acumulada para a classe foi de R$ 63,6 bilhões no 1T20, descontando as entradas.

Por fim, os fundos de investimentos de previdência resgataram R$ 3 bilhões. Desse modo, foi mantido um saldo positivo de R$ 2,6 bilhões no primeiro trimestre do ano.

Saiba o que pode ter impactado os fundos de investimentos no mês:

Saiba o que pode ter impactado os fundos de investimentos no mês:

Rating e PIB brasileiro, PIB chinês: acompanhe os destaques econômicos

CMN proíbe aos bancos pagar dividendos acima do exigido por lei

Banco Central projeta forte recessão do PIB em 2020

Senado discute aumentar para 50% alíquota da CSLL dos bancos

IFNC: Demanda por liquidez dispara com vírus e CMN autoriza BC a emprestar para bancos via LFGs


Sobre o autor