Mercados

Fundos de investimento captam R$ 55,7 bilhões líquidos entre 1º e 18 de setembro

Por Fast Trade
24 setembro 2020 - 07:00 | Atualizado em 24 setembro 2020 - 07:31

Os fundos de investimento captaram R$ 55,7 bilhões líquidos nos primeiros 18 dias de setembro, na esteira da intensa busca por mais rentabilidade.

De acordo com a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais), o resultado computado entre o primeiro e o décimo oitavo dia do mês representa a diferença entre os R$ 453 bilhões aplicados e R$ 397,3 bilhões sacados.

Com a Selic em seu piso histórico, a 2% ao ano, o investidor tem procurado cada vez mais diversificar a sua carteira de investimentos. Ainda assim, do total de recursos movimentados no período, 73% (ou R$ 40,5 bilhões) corresponderam aos fundos de renda fixa.

O resultado mostra que, embora o número de investidores pessoas físicas com conta aberta na B3 se aproxime dos 3 milhões, a segurança dos investimentos da renda fixa ainda salta aos olhos do investidor que migra aos poucos para a renda variável.

Na semana encerrada em 18 de setembro, a indústria teve entradas líquidas de R$ 8,7 bilhões, conforme a sondagem da Anbima.

Baixe gratuitamente: Guia de A a Z de como se tornar um trader

Ranking dos fundos de investimento

A maior captação líquida para o período foi dos FIDCs (R$ 7,2 bilhões) após um aporte concentrado de R$ 7,3 bilhões em um único fundo. Posteriormente, apareceram os fundos de investimento em ações, cuja captação líquida no período chegou a R$ 712,2 milhões.

Além disso, o relatório semanal da Anbima classificou os fundos de previdência em terceiro lugar, diante de uma captação líquida de R$ 497,1 milhões. Na sequência, destaque para os fundos de renda fixa (R$ 416,3 milhões), dos FIPs (R$ 174,1 milhões e dos multimercados (R$ 78,3 milhões).

Baixe agora: Guia completo para obter sucesso nos investimentos na Bolsa

Saídas líquidas

Em contrapartida, houve fundos de investimentos que encerraram o período com saídas líquidas, caso dos fundos cambiais e dos ETFs.

Ambos registraram retiradas de R$ 1,1 milhão e R$ 368,8 milhões, respectivamente, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais.

Ademais, a indústria de fundos de investimento acumula captação líquida positiva de R$ 214,9 bilhões de janeiro até 18 de setembro, mas também um patrimônio líquido de R$ 5,7 trilhões.

Clique aqui para conferir os resultados completos.

Investimento estrangeiro

Por fim, a Bolsa de Valores divulgou que os investidores estrangeiros ingressaram com R$ 213 milhões líquidos no segmento secundário da B3 em 21/09. No mês, o fluxo está negativo em R$ 3,39 bilhões.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mercado financeiro? Participe do canal no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade. É gratuíto!


Sobre o autor