Mercados

Fundos de Fundos Imobiliários negociam com preços descontados na B3

Por Fast Trade
26 maio 2021 - 16:20 | Atualizado em 26 maio 2021 - 18:34
Alta do mercado imobiliário traz construtoras para a bolsa brasileira e novos empreendimentos

Os Fundos de Fundos Imobiliários estão negociando com elevado desconto na B3, oferecendo uma relação entre preço e valor patrimonial menor que um.

O levantamento divulgado pelo Infomoney mostrou que muitos investidores estão utilizando este ativo como forma de entrada no mercado.

Isto porque, além de apresentar um forte crescimento nos últimos anos, o segmento veio com a proposta de trazer uma gestão ativa dos processos de compra e venda das cotas, o que despertou a atenção do público.

Contudo, se por um lado a demanda pelo produto aumentou, por outro, a pandemia trouxe alguns desafios que provocaram uma queda nos preços destes ativos.

Derivativos: O guia definitivo para começar a investir

Assim, dos 13 fundos de fundos imobiliários que compõem o Ifix, o principal índice de referência deste segmento, dez estão com múltiplos muito descontados, segundo a pesquisa do Infomoney.

Este fato demonstra que os preços do fundo negociados na B3 não equivalem ao valor dos ativos que compõem suas carteiras. Desse modo, os papéis com maior desconto dado pela relação P/VPA são o Bradesco Carteira Imobiliária Ativa (BCIA11) e o RB Capital I Fundo de Fundos (RFOF11).

Vale lembrar que o indicador P/VPA é uma das principais métricas utilizadas para compreender se um determinado papel (fundo ou ação) está com preço elevado ou reduzido.

A dinâmica volátil do mercado e a hora de ir além

Além disso, o especialista em FIIs da Spiti, Ricardo Figueiredo, destacou que o mais importante é o investidor compreender o verdadeiro significado do número. Ou seja, faz toda a diferença conhecer os ativos que estão sob gestão na carteira dos fundos de fundos.

O especialista em FIIs da Spiti, Ricardo Figueredo, destacou que o mais importante é o investidor compreender o verdadeiro significado do número. Ou seja, faz toda a diferença conhecer os ativos que estão sob gestão na carteira dos fundos de fundos.

Além disso, há uma diferença fundamental entre fundos de tijolos, fundos de recebíveis e fundos de fundos (FOF), no que tange à valoração dos papéis.

Os fundos de tijolos apresentam atualização anual do valor de seus imóveis, enquanto os fundos de recebíveis sempre terão o valor atribuído pelo mercado a suas cotas. Em contrapartida, a precificação dos FOFs equivale ao valor das cotas dos fundos, os quais, eles investem.

Ebook Análise Técnica de Ações e Futuros

Por esse motivo, é tão importante os investidores irem além para conhecer de perto o portfólio dos fundos de fundos, para não cair em armadilhas.

Mesmo assim, segundo a pesquisa, o dividend yield (distribuição de rendimento sobre o valor da cota) oferecido pelo ativo supera 7% nos últimos 12 meses em 8 dos 13 FOFs analisados. O destaque foi o FOF XP Selection, com 10% de rentabilidade.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Fundos de Fundos Imobiliários negociam com preços descontados na B3

Leia também:

B3: dívidas de companhias abertas chega a R$1,21 tri

Guedes sugere alta de até 5% do PIB em 2021 e projeta superávit primário em 2024

Admissibilidade da reforma administrativa é aprovada na CCJ


Sobre o autor