HomePolítica

Flávio Bolsonaro: Justiça amplia quebra de sigilo fiscal e determina acesso a notas fiscais

Por Pablo Vinicius Souza
20 maio 2019 - 10:33
Ministério Público do Rio dá parecer de foro privilegiado à Flávio Bolsonaro

O senador e filho do presidente da República, Flávio Bolsonaro, não vai conseguir escapar de ser investigado mesmo após pronunciamentos.

Recentemente, a Justiça decretou a quebra do sigilo fiscal do mesmo, bem como de seu ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz.

Agora, o Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) ampliou as buscas que já eram contestadas por Flávio.

Em nota, Flávio voltou a classificar a investigação de “campanha caluniosa” e se denominar “vítima de seguidos e constantes vazamentos”.

A partir de agora, a Receita Federal deve encaminhar ao Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ) todas as notas fiscais referentes a bens e serviços adquiridos entre 2007 e 2018.

Essa medida envolve não apenas o senador, mas também Queiroz e outras seis pessoas.

De acordo com o Estado, uma empresa que já tinha tido o sigilo fiscal quebrado em decisão anterior também foi contemplada com a decisão.

Leia mais:

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta segunda-feira

‘A situação é uma economia na UTI’, afirma Contas Abertas sobre contingenciamentos

Reforma da Previdência: relator busca medidas para simplificar regras de transição

Reforma tributária: projeto pode unificar impostos federais

‘Escolhido por Deus’ para comandar ‘um País ingovernável’, endossa Jair Bolsonaro

Resultado corporativo: Springs reverte prejuízo e obtém lucro líquido de R$ 159 milhões

Resultado corporativo: câmbio e venda da Fibria impactam balanço da Votorantim


Sobre o autor