HomePolítica

Flávio Bolsonaro afirma que MP o persegue e que investigações contra ele são ilegais

Por Eloiza Amaral
13 maio 2019 - 12:29
Ministério Público do Rio dá parecer de foro privilegiado à Flávio Bolsonaro

Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo desta segunda feira (13), o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente,  afirmou que o Ministério Público o está perseguindo afim de atingir o governo, e que as investigações que envolvem o no caso de Fabrício Queiroz são ilegais.

Segundo Flávio, o órgão está querendo dar um ‘’verniz de legalidade’’, e que é por isso que promotores correm para obter autorização da Justiça e quebrar seu sigilo bancário e fiscal.

As investigações começaram quando o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) identificou movimentação financeira atípica em sua conta-corrente e na de seu ex-assessor, Fabrício Queiroz. O senador acredita que esta investigação deveria ser arquivada.

E-book: Guia completo e definitivo da Previdência Privada

Flávio Bolsonaro disse ainda que não sabe onde Queiroz está e que o seu silêncio o comprometeu muito. Mesmo precisando saber exatamente o que aconteceu, o senador não foi atrás de Queiroz, inclusive não fala com ele há meses.

‘’Sou a favor de qualquer investigação, sempre estive aberto para prestar informações. Só que quebraram meu sigilo bancário sem autorização da Justiça e expuseram isso em rede nacional’’, disse Flávio.

De acordo com o senador, o dinheiro identificado pelo Coaf como superior à sua renda não tem nada de atípico. Vem de sua atividade parlamentar e da sua empresa. Ele, no entanto, não quis revelar quanto vem da empresa, pois se trata de seu patrimônio particular.


Sobre o autor