Economia

FGC planeja aumentar para R$40 milhões a garantia dos depósitos a prazo

Por Fast Trade
01 abril 2020 - 18:58 | Atualizado em 01 abril 2020 - 18:58

O Fundo Garantidor de Crédito (FGC) planeja aumentar o valor de segurança para os investimentos em depósitos a prazo com garantia especial (DPGE) para R$40 milhões.

Visando aumentar a liquidez do mercado, os bancos decidirão sobre a expansão da garantia, assegurando o montante por investidor e banco emissor, em assembleia geral extraordinária, que acontecerá no dia 03 de abril.

Em outra ação para minimizar os impactos da crise, o Banco Central autorizou que cada instituição realizasse a emissão de até 2 bilhões de reais em depósitos a prazo (DPGE), limitado ao valor do patrimônio líquido da instituição.

Na avaliação da autoridade monetária, a medida permitirá uma injeção de até R$200 bilhões na economia, por meio de empréstimos concedidos pelos bancos à empresas e pessoas físicas.

Ademais, na crise de 2008, os DPGEs também foram amplamente utilizados por instituições financeiras de pequeno e médio porte para prover liquidez às transações e apresentaram resultados satisfatórios.

O FGC ainda estudava isentar os bancos das contribuições para o fundo de resolução bancária até janeiro de 2021, contudo, esta ideia foi retirada da pauta de discussões, sendo reservada para um outro momento.


Sobre o autor