Economia

Faturamento da indústria supera período pré-coronavírus, mostra CNI

Por Fast Trade
06 outubro 2020 - 16:00 | Atualizado em 06 outubro 2020 - 17:23
Atividade industrial nos EUA registra nível mais baixo em quase dez anos; indústria

O faturamento real da indústria da transformação ultrapassou o patamar pré-coronavírus do início do ano, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Leia também: Produção industrial cresceu 3,2% em agosto, segundo pesquisa do IBGE

Conforme os dados levantados pela pesquisa Indicadores Industriais, divulgada nesta terça-feira (6), a atividade industrial manteve a curva de crescimento em agosto.

A passagem de julho para agosto marcou um salto de 2,3% para o faturamento da indústria e de 37,8% em relação ao mês de abril.

O quarto mês do ano foi considerado o ‘mês fundo do poço’ para a economia brasileira, fortemente abalada pela crise de saúde da covid-19. Já na comparação com agosto de 2019, o faturamento real registrou um avanço de 3,6%

Segundo a CNI, todos os indicadores industriais (faturamento, horas trabalhadas na produção, emprego, massa salarial, rendimento e utilização da capacidade) avançaram no mês.

Além disso, a Utilização da Capacidade Instalada está praticamente de volta ao nível pré-coronavírus, após ter alcançado 78,1% no período. Assim sendo, o índice está apenas 0,8 p.p. abaixo do percentual de fevereiro, mas também 0,6 p.p. acima do apurado em agosto do ano passado.

Baixe agora: Guia completo para obter sucesso nos investimentos na Bolsa

Recuperação do faturamento da indústria

Para a CNI, o crescimento da massa salarial (+4,5%) mais que compensou a queda registrada em julho. Em contrapartida, o indicador permanece distante da pré-pandemia.

Do mesmo modo, o rendimento médio real que é pago aos trabalhadores subiu 2,8% na mesma base de comparação, após ajuste sazonal.

Nesse caso, o rendimento médio também é afetado pelos acordos de redução de jornada ou suspensão de contrato, e se encontra distante da realidade pré-pandemia. Na comparação com agosto de 2019, a queda é de 2,2%.

Ademais, o emprego industrial marcou seu primeiro resultado positivo para o ano, em meio a um avanço de 1,9% na passagem de julho para agosto. Por outro lado, verifica-se uma queda de 2,9% na comparação anual e de 2,7% no acumulado do ano (janeiro-agosto) entre 2019 e 2020.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Avaliação CNI

Por fim, a entidade responsável pelo levantamento acredita que o resultado indica que os números reforçam a percepção de recuperação em V da atividade industrial.

Cabe destaque para o crescimento do emprego no segmento, o que, de acordo com a CNI, sugere que há mais confiança por parte do empresário.

Em tempo, a recuperação em V é um termo adotado por economistas para descrever uma retomada intensa depois de uma queda vertiginosa na atividade econômica. Saiba mais aqui.

Baixe gratuitamente: Guia de A a Z de como se tornar um trader

E se você quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mercado financeiro, basta participar do Canal Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade. É gratuito!


Sobre o autor