Dólar e índiceHome

Exterior favorável pressiona e dólar cai a R$4,01

Por Pablo Vinicius Souza
24 maio 2019 - 18:33

A combinação de dados mais fracos na economia dos EUA, a mudança de discurso de Trump em relação à China e o cenário otimista no Brasil levou a divisa americana a passar por ajustes.

O dólar comercial fechou em desvalorização de 0,79%, sendo cotado a R$4,01, fazendo o real brasileiro apresentar um dos melhores desempenhos dentre os seus pares emergentes.

Na semana, a divisa americana acumulou perdas de 2,05% contra o real, mas isso ainda não foi o suficiente para devolver o salto de 3,90% da semana passada.

Os contratos de juros futuros encerraram com leve variação, mas ainda na tônica de um viés negativo. O alívio no cenário político e as expectativas de corte na taxa de juros ditaram o ritmo das negociações.

O clima de otimismo permitiu que os investidores de renda fixa tirassem o prêmio de risco nos contratos de juros, anotando uma expressiva queda semanal.

O DI janeiro/2020 subiu para 6,39% (6,38% no ajuste anterior), o DI junho/2023 fechou estável a 8,17% e o DI dezembro/2027 caiu para 8,97% (9,04% no ajuste anterior).

Leia mais:

Ibovespa recua com cenário político mas fecha a semana com avanço de 4%


Sobre o autor