Criptomoedas

Empresa que fomentava a rede Terra perde apelação contra a SEC

Por TradersClub
10 junho 2022 - 10:48 | Atualizado em 10 junho 2022 - 12:11
Terraform Labs

A Terraform Labs perdeu uma apelação contra a SEC, órgão regulador de mercado nos Estados Unidos, e terá que responder a todas as intimações da entidade, segundo o The Block, o que abre a possibilidade de investigações e ações coletivas contra a empresa que fomentava o ecossistema Terra, incluindo os tokens UST e LUNA e o protocolo Mirror.

Confira a seguir outros destaques do mercado de criptoativos para esta sexta-feira.

+ Assista o segundo episódio da Resenha do Fast!

Mercados

O Bitcoin valia US$30 mil na Coinbase próximo às 9h, com queda de 0,41%. O ativo movimentou US$21 bilhões nas últimas 24 horas, segundo o CoinGecko, e atingiu capitalização de US$569 bilhões.

Regulamentação

Diretores das gestoras Grayscale e Bitwise afirmaram na conferência Consensus que estão otimistas para a aprovação de um fundo de índice “à vista” de Bitcoin nos EUA. Até agora, apenas ETFs de contratos futuros de Bitcoin foram aprovados pela SEC.

DeFi e NFTs

Stranger Things – A Candy Digital está enfrentando resistência de fãs da série da Netflix após lançar uma coleção de 11.111 tokens não-fungíveis baseados na obra, segundo o Decrypt. Recentemente, campanhas de marketing com NFTs têm sido criticadas por gamers e fãs de filmes e séries por serem consideradas meras tentativas de monetização.

Avalanche – A rede integrou a solução Chainlink Keepers, que permite a automação de contratos inteligentes de forma descentralizada, e o Chainlink VRF, gerador de números aleatórios verificáveis que permite que contratos inteligentes acessem valores aleatórios sem comprometer a sua segurança ou a usabilidade.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então assine a newsletter Fast Break e receba as notícias mais relevantes do momento!

Empresa que fomentava a rede Terra perde apelação contra a SEC

Leia também:

Volume de vendas do varejo em abril avança 0,9% na comparação mensal e supera expectativas

Privatização da Eletrobras: preço da ação foi definido em R$ 42 e movimenta R$ 33,7 bi


Sobre o autor