Dólar e Câmbio

Em dia de alívio no câmbio, dólar fecha a R$ 5,42 ainda de olho na decisão do Fed

Por Fast Trade
27 janeiro 2022 - 18:49 | Atualizado em 27 janeiro 2022 - 19:24
Dólar
Créditos: shutterstock.com

O dólar comercial fechou em queda de 0,46% nesta quinta-feira (27), na cotação de R$ 5,4210 na venda, em dia de alívio no câmbio local. O real foi uma das três moedas a se apreciar contra a divisa americana, que se fortaleceu no exterior, em linha com as perspectivas de juros mais agressivos nos EUA.

Isto porque, o Federal Reserve confirmou que o ciclo de aperto monetário pode ter início em breve, acenando para a próxima reunião do comitê agendada para março. Da mesma forma, o presidente da instituição, Jerome Powell, explicou que há espaço para aumentos na taxa de juros em todas as reuniões de 2022.

+ Calendário do Trader 2022: Baixe agora!

Ao contrário de alguns pares emergentes, a moeda brasileira resistiu à pressão negativa impulsionada pelo ingresso dos fluxos de capital estrangeiro. Os investidores saíram em busca de mercados descontados e com boas projeções de desempenho no curto prazo, vendo boas oportunidades no real.

Além disso, alguns analistas gráficos explicaram que a proximidade com a média móvel de 200 dias acentuou a queda do dólar na primeira metade do pregão, devido ao amplo ajuste de posições.

Em contrapartida, a leitura mais forte do que o previsto do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos também levou a moeda dos EUA a devolver parte das perdas. A economia norte-americana registrou um crescimento de 6,9% em 2021, superando as estimativas dos especialistas.

Juros futuros avançam reagindo ao IPCA-15

Os contratos de juros futuros registraram aumento nas taxas, ainda digerindo o avanço do IPCA-15 e os impactos da inflação na taxa Selic. Semana que vem acontecerá a reunião do Copom e a expectativa é que o ciclo de elevação dos juros brasileiros seja prolongado.

Como resultado, a estrutura da curva a termo perdeu inclinação, acompanhando o movimento das Treasuries americanas de longo prazo.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

O DI junho/2022 subiu a 11,53% (11,44% no ajuste anterior), o DI julho/2023 avançou para 12,18% (11,87% no ajuste anterior) e o DI julho/2025 saltou a 11,29% (10,96% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Em dia de alívio no câmbio, dólar fecha a R$ 5,42 ainda de olho na decisão do Fed

Leia também:

Tim estreia no metaverso com empreendimento virtual baseado em loja conceito

Suzano e Klabin terão desempenho acima da média do mercado, dizem os analistas

Resultados da Ultrapar serão fracos, mas a perspectiva ainda é positiva, avalia o Citi


Sobre o autor