EconomiaHome

Em busca de investimentos, Estados em crise tem recorrido a auxílio na China

Por Eloiza Amaral
13 maio 2019 - 14:29
Risco Fiscal

De acordo com a edição do jornal Valor Econômico desta segunda feira (13), Estados brasileiros em crise estão buscando recursos para obras de investimento e projetos industriais e de exploração de recursos naturais com investidores da China.

Estas negociações são independentes e não tem ligação com as relações entre Brasília e Pequim, até porque recentemente o presidente da República questionou a importância dada pela política externa em gestões anteriores às trocas comerciais entre ambos os países.

Para se ter uma ideia da proporção financeira negativas dos Estados, entre janeiro e fevereiro, 23 dos 26 Estados e o Distrito Federal investiram apenas R$ 934,82 milhões, sendo que, no mesmo período de 2015, o investimento somou R$ 2,65 bilhões. Aplicando-se a inflação do período, a queda foi de 65%.

E-book: Guia completo e definitivo da Previdência Privada

As expectativas futuras em relação a estes investimentos, se depender de fatores internos, também não são animadoras, pois a maioria dos governos estaduais terá que se submeter a programas de ajuste fiscal.

O Estado que mais teve redução foi o Rio de Janeiro, de R$ 867,2 milhões investidos no primeiro bimestre de 2015 (em valores atualizados), para R$ 2,4 milhões em igual período de 2019.

A mudança da política de concessão de aval pelo Tesouro Nacional desde 2015, a queda das transferências de capital da União aos governos regionais e o alto comprometimento das receitas estaduais com despesas correntes, sobretudo as de pessoal, estão entre os fatores que analistas acreditam que levaram à queda de investimentos.


Sobre o autor