Empresas

Eletrobras Participações sai do programa de desestatização do governo

Por Fast Trade
02 abril 2020 - 15:20 | Atualizado em 02 abril 2020 - 16:25
ENBPar

A Eletrobras Participações (Eletropar) foi retirada do Programa Nacional de Desestatização (PND) elaborado pelo governo federal.

A informação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), na edição desta quinta-feira (02), e a medida seria uma recomendação do próprio Conselho do Programa do Programa de Parceria de Investimentos (PPI).

Segundo os interlocutores das negociações, a saída da Eletrobras do PND seria uma espécie de preparação para o processo de capitalização da companhia elétrica.

A previsão é que o governo consiga arrecadar aproximadamente R$16,2 bilhões com a operação e viabilize à Eletropar assumir de forma mais ágil alguns ativos da Eletrobras.

Dessa forma, no âmbito do PND, cada ato da empresa enseja autorização do Ministério da Economia, burocratizando a implementação de medidas e o processo decisório.

Porém, com a exclusão da companhia, será possível agilizar a aplicação da estratégia de reorganização da Eletrobras e mensurar os impactos da nova gestão, segundo as recomendações do Conselho.

Outra alternativa que também estaria sendo avaliada é a transferência da Eletronuclear para o escopo da Eletrobras Participações, pois, facilitaria a prospecção de sócios da iniciativa privada para participar de investimentos em novas usinas para geração de energia.

Fique por dentro das últimas movimentações do mercado:

Ibovespa dispara mais de 2% com alta nos preços do petróleo

Dólar ronda R$5,26 em sessão de intensa volatilidade no câmbio

IFNC: Demanda por liquidez dispara com vírus e CMN autoriza BC a emprestar para bancos via LFGs

BRENT: Petróleo dispara 10% com esperança acordo Arábia Saudita-Rússia, China


Sobre o autor