EmpresasHome

Eletrobras pagará US$ 14,75 milhões para encerrar ação coletiva nos EUA

Por Pablo Vinicius Souza
13 dezembro 2018 - 14:37
Eletrobras (ELET3; ELET5; ELET6); Energisa (ENGI11)

A exemplo da Petrobras, a Eletrobras foi alvo de uma ação coletiva nos Estados Unidos, mas teve aprovado nesta quinta-feira (13) um acordo em definitivo que prevê o pagamento de US$ 14,75 milhões (aproximadamente R$ 57 milhões) para encerrar o processo movido por investidores que se sentiram prejudicados com a corrupção na estatal, anunciada em maio deste ano.

Relatório gratuito: 7 passos para suas finanças ficarem no azul

As alegações incluíam perdas proporcionadas pelo envolvimento da companhia elétrica em casos de corrupção descobertos pelas investigações da Operação Lava Jato (o conjunto de investigações em andamento pela Polícia Federal que tem apurado diversas irregularidades entre estatais, empresas privadas e partidos políticos no Brasil), mas foram extintas com julgamento do mérito.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

Quando veio a público, a companhia elétrica negou veementemente as alegações e acusações descritas na ação, e ressaltou que o acordo e pagamento da indenização de US$ 14,75 milhões não implica em culpabilidade, nem reconhecimento de qualquer ato ilegal. De acordo com a estatal em comunicado oficial ao mercado, o acordo prevê a “exoneração completa de quaisquer acusações e responsabilidades em face da Eletrobras e executivos envolvidos na ação coletiva”.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

Ainda segundo nota publicada pela companhia, lhe foram atribuídos somente honorários e reembolso relacionado a despesas aos advogados dos demandantes da ação, que serão deduzidos dos US$ 14,75 milhões que devem ser depositados na conta judicial.

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou

Relatório gratuito – Petrobras: O petróleo é nosso


Sobre o autor