Dólar e índice

DOLFUT: Dólar sobe e bate R$5,40 com exterior, Citigroup, risco fiscal; leilões de linha no radar

Por TradersClub
26 junho 2020 - 10:10 | Atualizado em 26 junho 2020 - 10:10

O dólar iniciou em alta nesta sexta-feira batendo a marca dos R$5,40 com exterior, após, na sessão de ontem, a volatilidade voltar a tomar conta do pregão.

O cenário internacional instável pesa com receios em relação ao crescimento de novos casos da Covid-19.

Nesse sentido, o DXY, o Dólar Índice, que mede o comportamento da moeda americana ante uma cesta de pares, sobe levemente.

O relatório do Citigroup, divulgado mais cedo, com postura negativa em relação a moedas latino-americanas pode estar pressionando o real, já que hoje houve uma ampla redução do risco político local, com novo posicionamento do presidente Jair Bolsonaro menos alinhado à ala ideológica.

O banco também citou o ambiente de risco e uma ameaça de uma segunda onda da Covid-19 no país.

Além disso, o mercado vê risco fiscal nas três novas parcelas do auxílio emergencial, anunciadas ontem pelo presidente.

Ainda mais após a fala de Rodrigo Maia, presidente da Câmara, de que pode rever o teto de gastos.

Ontem, após muito vaivém, o dólar futuro fechou R$5,356, alta de 0,13%.

Para hoje, o Banco Central volta a realizar leilões: um de linha de até US$1,5 bilhão e o outro de 12 mil contratos de swap, para rolagem, de US$600 milhões.

O mercado aguarda os dados da inflação ao consumidor americana medida pelo PCE, que sai agora às 09h30, e o sentimento do consumidor, às 11h00.

Perto das 09h20, o dólar futuro subia 1,21% a R$5,423.

Dólar sobe e bate R$5,40 com exterior, Citigroup, risco fiscal

Fique por dentro das últimas notícias do mercado financeiro:

Política e agenda econômica são destaques nesta sexta-feira

Presidente do BCE: o pior da crise econômica ‘provavelmente já passou’

Juros sobre capital próprio: Banco Inter (BIDI4), Sanepar (SAPR4) e B3 (B3SA3) anunciam pagamento

Ibovespa valoriza 1,7% com alta dos bancos e alívio político


Sobre o autor