Dólar e índice

DOLFUT: Dólar inicia estável após três pregões de queda, seguindo exterior, antes de Payroll

Por TradersClub
04 setembro 2020 - 09:57 | Atualizado em 04 setembro 2020 - 10:29
Dólar (DOLFUT): Em dia de ata do Copom, dólar cai com exterior e à espera de falas de diretores do Fed

O dólar ante o real iniciou estável nesta sexta-feira, entre leves ganhos e perdas, após três pregões de queda, em linha com a força da moeda americana no exterior.

Nesse sentido, o clima era de cautela antes da divulgação do relatório do emprego americano de agosto, o Payroll, às 09h30, e ânimo pelas reformas econômicas.

A onda reformista sustentou ontem a alta do real, que teve o melhor desempenho do mundo, e segue no radar.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse ontem à GloboNews que o diálogo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi interrompido, mas isso não deve prejudicar a Reforma Administrativa, que ele quer votar ainda neste ano.

Baixe agora: Dólar e Mini Dólar – Desvendando este mercado

Da mesma forma, na entrevista, voltou a ressaltar que a prioridade é a Reforma Tributária.

Na agenda do dia, tem fala do diretor de Política Econômica do Banco Central, Fabio Kanczuk, às 11h00.

Ontem, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, se mostrou preocupado com o quadro fiscal e a volatilidade do câmbio.

O presidente Jair Bolsonaro, na sua tradicional live de quinta-feira, falou que queria que a taxa Selic caísse em 30 dias.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Também está programada a rolagem de até 12 mil contratos de swap cambial às 11h30.

Perto das 09h05, o dólar futuro subia 0,02%, para R$5,296.

O Dólar Índice, DXY, que mede o comportamento da moeda americana ante uma cesta de pares, subia 0,10%.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar inicia estável após três pregões de queda, seguindo exterior, antes de Payroll; Kanczuk no radar

Leia também:

“A infraestrutura será uma alavanca para o progresso do Brasil”

Economia cresceu 1,4% em julho na 1ª prévia e a produção industrial cresceu 8%


Sobre o autor