Dólar e CâmbioHome

DOLFUT: Dólar bate R$4,60 pela primeira vez com aposta em Selic menor e à espera de leilão

Por TradersClub
05 março 2020 - 10:01

O dólar à vista e o dólar futuro abriram em alta e superaram a marca dos R$4,60 pela primeira vez na história, com aumento das incertezas com coronavírus, e a expectativa de que o Banco Central promova novos cortes na taxa básica de juros, a Selic, já a partir de 18 de março – o que afasta especulador estrangeiro –, além de revisões em baixa do crescimento econômico brasileiro.

O movimento acontece apesar do BC ter informado que vai oferecer hoje até US$1 bilhão em swaps cambiais na tentativa de conter a depreciação do real, que tem o pior desempenho do mundo neste ano, com uma perda de 12%. Lá fora, o dólar DXY se desvaloriza ante as moedas pares no exterior na manhã de hoje. Gestores e traders como Leo Nonato, membro experiente do TC, estranharam que o BC não tenha agido mais rapidamente. Ele e muitos outros investidores estão preocupados com uma aceleração da inflação nos próximos meses e uma desaceleração na atividade causada pelo encarecimento dos insumos importados.

A própria imprensa mostra um número incomum de matérias sobre a nova disparada do dólar contra o real, com ênfase na necessidade de um programa robusto de intervenção do BC. Não importa se os fundamentos econômicos – seja o juro baixo ou a fraqueza da retomada – sustentam a tendência; as matérias focam na crescente especulação, no impacto sobre a indústria e no consumo e no fato de que o real brasileiro vem registrando recorrentemente o pior desempenho entre as principais moedas do planeta.


Sobre o autor