Dólar e índiceHome

Dólar vira para alta de olho no exterior e relatório de inflação

Por Pablo Vinicius Souza
26 setembro 2019 - 12:35

Depois de oscilar em queda, o dólar virou para alta nesta quinta-feira (26), acompanhando a junção de uma série de fatores no exterior e ligados ao ambiente doméstico.

O real brasileiro apresentava um desempenho em linha com os demais pares emergentes, mas ainda ensaiando um movimento de correção à depreciação sofrida nos últimos dias.

Por aqui, o otimismo vinha com o Relatório Trimestral do Banco Central prevendo um crescimento contido na atividade econômica e mantendo as projeções de inflação dentro da meta para 2019 e 2020.

Já no exterior, o tom de alívio nos mercados veio com o aceno do presidente Donald Trump à um acordo com a China e após o anúncio de Pequim sobre o aumento das compras de soja e carne de porco dos EUA.

Além disso, os investidores reagiram bem à confirmação do avanço do Produto Interno Bruto (PIB) americano em 2%, em linha com as previsões dos especialistas.

Ás 12h27 (horário de Brasília), o dólar comercial subia 0,02% na paridade com o real, sendo cotado a R$4,1520 na venda.

No sentido contrário, os contratos de juros futuros apresentavam redução nas taxas em todos os períodos, em atenção às projeções do Banco Central, que reforçaram a ata do Copom quanto aos juros e à inflação nos próximos anos.

O DI março/2020 caía 0,50% sendo negociado a 4,94% (4,95% no ajuste anterior) e o DI julho/2024 declinava 0,45% sendo vendido a 6,59% (6,60% no ajuste anterior).


Sobre o autor