Dólar e índice

Dólar vai a R$ 5,59 em dia de correção provocada por um fluxo pontual

Por Fast Trade
22 novembro 2021 - 18:40 | Atualizado em 22 novembro 2021 - 19:34

O dólar comercial fechou em queda de 0,29% nesta segunda-feira (22), na cotação de R$ 5,5910 na venda, fazendo um dia de correção provocada por um fluxo pontual. Segundo especialistas, a divisa americana passou por um ajuste técnico, após registrar ganhos de 2,75% na semana passada.

Por ter permanecido na região próxima dos R$ 5,60, o câmbio ainda comporta prêmio de risco, embutido em virtude das incertezas locais. Em contrapartida ao fortalecimento da moeda dos EUA no mundo inteiro, o real apresentou um dos melhores desempenhos deste pregão.

+ Estratégias Long & Short: Saiba como operar!

Isto porque, o clima de aversão ao risco no exterior se acentuou após o presidente americano, Joe Biden, decidir reconduzir o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, ao cargo por mais 4 anos. Desse modo, os investidores passaram a precificar a continuidade da retirada dos estímulos e a possível antecipação do aumento na taxa de juros.

Por aqui, ficou em destaque as movimentações da PEC dos precatórios no Senado e a possível resistência dos parlamentares à aprovação do texto-base. Nesse sentido, o presidente da casa, Rodrigo Pacheco, afirmou que é contra a possibilidade de retirar os precatórios do teto de gastos em 2022.

No entanto, ele se mostrou aberto a discutir a questão para outros períodos em um futuro próximo, considerando a importância do tema. Mas o principal fator que ajudou o real foi a entrada de um fluxo pontual no câmbio, elevando a demanda da moeda durante as negociações.

Juros futuros avançam com inflação e Treasuries no radar

Os contratos de juros futuros encerraram com aumento nas taxas em todos os períodos, refletindo a piora das projeções para a inflação. Divulgado hoje, o Boletim Focus do Banco Central mostrou que a mediana das estimativas para o IPCA de 2022 subiu de 4,79% para 4,96%, nível próximo ao centro da meta (5%).

Ao mesmo tempo, o aumento nos rendimentos dos títulos do Tesouro americano (Treasuries) também contribuiu com a forte inclinação da curva a termo. Após a recondução de Powell, os papéis com vencimento em dez anos alcançaram a fronteira psicológica de 1,6%.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

O DI março/2022 subiu a 9,56% (9,52% no ajuste anterior), o DI outubro/2023 avançou para 12,35% (12,11% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 saltou a 12,11% (11,93% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar vai a R$ 5,59 em dia de correção provocada por um fluxo pontual

Leia também:

Pacheco rejeita a possibilidade de retirar os precatórios do teto de gastos em 2022

Morgan Stanley projeta Ibovespa aos 120 mil em 2022 impactados pelas incertezas locais

Avanço da digitalização e retorno às atividade impulsionaram as techs da B3


Sobre o autor