Dólar e índice

Dólar tem sessão de baixa seguindo o exterior, apesar do salto no IPCA

Por Fast Trade
08 dezembro 2020 - 13:35 | Atualizado em 08 dezembro 2020 - 19:27

O dólar comercial opera em queda nesta terça-feira (08), seguindo o clima positivo do exterior, apesar do salto no IPCA de novembro.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo subiu 0,89%, superando o intervalo das previsões do mercado, que ficou entre 0,70% e 0,85%.

No entanto, o fluxo positivo de capital estrangeiro limitava o desempenho da divisa americana, promovendo uma sessão de ajustes no real.

Outro destaque importante foi a informação de que a PEC Emergencial teria um dispositivo prevendo algumas situações de flexibilização do teto de gastos.

Baixe gratuitamente: Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Após o mercado reagir negativamente à informação, o relator da proposta, senador Márcio Bittar, alterou o relatório e enviou uma nova versão sem essa parte do texto.

Nesse sentido, o ministro da Economia, Paulo Guedes, negou ter concordado com qualquer exceção que venha a ultrapassar o teto de gastos.

Além disso, os investidores monitoravam sua participação em um evento com investidores, à espera de indícios sobre a condução das contas públicas.

No cenário internacional, ganhou destaque o início da vacinação em massa contra o Covid-19, no Reino Unido.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Acima de tudo, o governo britânico pretende vacinar pelo menos um terço da população até meados de 2021, visando conter o surto que tomou conta do país.

Ao mesmo tempo, nos Estados Unidos, é grande a expectativa pela aprovação do pacote de estímulos no valor de US$908 bilhões.

Proposto de maneira conjunto entre os dois partidos, o projeto deve ser votado junto com o orçamento, ainda esta semana.

Às 12h34 (horário de Brasília), o dólar comercial desvalorizava 0,78% contra o real, sendo cotado a R$5,0750 na venda.

Juros futuros registram queda acompanhando a tônica cambial

Os contratos de juros futuros registravam queda nas taxas em todos os períodos, acompanhando o viés de baixa do câmbio.

Em contrapartida, a redução nos DIs ocorria de forma moderada nos vértices intermediários e longos, devido às incertezas sobre o quadro fiscal.

Ademais, os operadores de renda fixa estão atentos ao leilão de títulos do Tesouro Nacional, que dará ênfase à distribuição dos NTN-Bs.

Baixe agora: Guia do Investidor Iniciante

O DI fevereiro/2021 caía 0,71%, na cotação de 1,94% (1,95% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 recuava 0,49% sendo vendido a 6,07% (6,08% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar tem sessão de baixa com o exterior, apesar do salto no IPCA

Leia também:

CSNA3: CSN estima mercado mais aquecido no próximo ano

Maia espera que o governo priorize a pauta econômica

Exportações de carne bovina crescem 10% em novembro


Sobre o autor