Dólar e índice

Dólar sobe com exterior e agenda cheia em Brasília no radar

Por Fast Trade
04 maio 2021 - 12:00 | Atualizado em 04 maio 2021 - 13:33
dólar; câmbio

O dólar avança contra o real nesta parcial de terça-feira (4), em manhã marcada pelo início da CPI da Covid-19. A comissão vai ouvir hoje dois ex-ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pela manhã, e Nelson Teich, à tarde.

+ Guia completo sobre investimentos em fundos multimercados

Ambos deixaram o cargo por divergências com o governo nas medidas de combate à pandemia do novo coronavírus. Assim sendo, a expectativa é que suas declarações possam conferir certa volatilidade ao mercado.

Em seu depoimento, Mandetta começou elogiando ações de sua gestão no Ministério da Saúde antes da pandemia. Ele destacou que em dezembro de 2019, por exemplo, a pasta conseguiu habilitar totalmente os leitos de UTI pendentes.

Além disso, o ex-ministro da saúde Eduardo Pazuello informou que não poderá prestar depoimento na quarta-feira, conforme previsto.

De acordo com o presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), Pazuello alegou ter tido contato com dois auxiliares que testaram positivo para a Covid-19.

Já o depoimento de Nelson Teich pode ser adiado para a manhã de quarta, conforme reportagem da Reuters. A informação foi dada por uma fonte que acompanha de perto as decisões da direção da CPI.

+ E-book: sobre as Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA).

Ademais, a sessão desta terça-feira (4) deve marcar a votação no Congresso Nacional do projeto de lei com readequação do Orçamento.

Outra pauta que pode movimentar o mercado de câmbio é a leitura do relatório da reforma tributária em comissão mista. Às 11:56, o dólar avançava 0,53%, a R$ 5,448 na venda.

Copom

O dia também marca o início da reunião de política monetária do Banco Central do Brasil para decidir o futuro da Selic. A expectativa dos investidores é de que a taxa básica de juros seja elevada a 3,5% ao final do encontro.

Para o economista-chefe da Infinity Asset, Jason Vieira, o mercado espera mais pelo comunicado do BC do que a decisão em si.

Juros acompanham o dólar

Assim como o dólar, as taxas de juros futuros sobem nesta parcial, à espera da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre a Selic.

+ E-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

Às 11h38, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 estava em 8,59%, de 8,48% no fechamento anterior.

Às 11h44, o DI para janeiro de 2023 marcava 6,47%, de 6,045%, ao passo que o DI para 2022 estava em 4,77%, de 4,73% no ajuste anterior.

Por fim, leia também:

Itaú (ITUB4) lucra R$ 6,4 bilhões no 1T21, +64% A/A

Reabertura econômica, balanços e Covid-19 devem agitar esta terça-feira

INDFUT: Ibovespa futuro cai com exterior fraco e à espera de CPI da Covid e balanços

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade.


Sobre o autor