Dólar e índice

Dólar sobe a R$5,18 com coronavírus e petróleo no radar

Por Fast Trade
13 abril 2020 - 18:12 | Atualizado em 13 abril 2020 - 18:43
maior fechamento desde maio

O dólar comercial subiu 1,67% nesta segunda-feira (13), fechando na cotação de R$5,1820 na venda, refletindo os dois fronts de tensão: coronavírus e petróleo.

De um lado, os investidores ainda estão precificando os impactos do coronavírus na economia mundial, com a única certeza de que o estrago será grande.

E de outro, o mercado segue receoso quanto à efetividade do acordo formalizado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Isso porque, a estratégia de reduzir a produção da commodity em até 10 milhões por dia é ambiciosa e precisará da adesão de todos os integrantes do cartel.

E ainda assim, obtendo o compromisso de todos, o desafio do setor energético será grande, tendo em vista a intensa contração na demanda projetada para 2020.

Por esta razão, a divisa americana valorizou contra as principais moedas emergentes e atreladas às commodities, evidenciando a busca por proteção.

No caso do real, a depreciação foi mais intensa devido ao cenário político turbulento e às perspectivas de piora no Produto Interno Bruto (PIB), que deve ficar negativo em 1,96%.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros encerraram em declínio acentuado, refletindo a forte contração na atividade econômica e as projeções de recuo na Selic.

Além disso, os agentes de mercado repercutiram as discussões sobre a proposta de emenda constitucional do Orçamento de Guerra no Senado e as deliberações sobre o plano de ajuda aos Estados.

O DI novembro/2020 caiu para 3,11% (3,18% no ajuste anterior), o DI julho/2023 recuou para 5,47% (5,57% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2026 declinou a 7,03% (7,07% no ajuste anterior). 

Acompanhe as últimas notícias do mercado financeiro:

Futuros de petróleo fecham mistos após acordo da Opep+

Soja brasileira segue forte no mercado chinês

Itaú Unibanco doa R$1 bilhão para o combate ao Covid-19      


Sobre o autor