Dólar e índiceHome

Dólar sobe a R$5,13 impulsionado pela forte aversão ao risco no exterior

Por Pablo Vinicius Souza
23 março 2020 - 12:43

O dólar comercial opera em alta nesta segunda-feira (23), acompanhando a tônica negativa dos mercados internacionais.

Os investidores estão avaliando os danos causados pelo coronavírus no mundo, tentando dimensionar os impactos que potencialmente atingirão o cenário econômico global.

No início das negociações, a divisa americana chegou a recuar após o anúncio das novas medidas de liquidez aplicadas pelo Federal Reserve nos EUA.

Contudo, o movimento foi contido pelas incertezas no ambiente interno quanto à eficácia das medidas adotadas pelo Brasil e pelo pessimismo com a recuperação do real longo deste ano.

Apesar do comportamento misto apresentado pelas moedas emergentes, a divisa brasileira seguia trajetória de firme desvalorização contra o dólar.

Isso porque, as projeções de diversas instituições financeiras evidenciam um crescimento negativo do país em 2020, como consequência do avanço da pandemia.

Ás 12h27 (horário de Brasília), o dólar comercial avançava 2,21% contra o real, sendo cotado a R$5,1340 na venda.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros apresentavam desempenho misto, com declínio nas taxas de curto prazo e aumento nos vértices intermediários e longos.

O DI outubro/2020 recuava 5,84% sendo negociado a 3,57% (3,78% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 subia 6,03% sendo vendido a 8,80% (8,25% no ajuste anterior).


Sobre o autor