Dólar e índice

Dólar sobe a R$5,12, após sessão volátil e de ruídos no quadro fiscal

Por Fast Trade
08 dezembro 2020 - 19:26 | Atualizado em 08 dezembro 2020 - 20:12

O dólar comercial fechou em alta de 0,22% nesta terça-feira (08), na cotação de R$5,1250 na venda, reagindo à sessão volátil e de ruídos no quadro fiscal.

Depois de alcançar o valor de R$5,06 na mínima do dia, a divisa americana ganhou força com relatos sobre medidas que devem impactar os gastos públicos.

Outro aspecto importante foi a informação de que a PEC Emergencial teria um dispositivo prevendo algumas situações de flexibilização do teto de gastos.

Baixe gratuitamente: Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Após o mercado reagir negativamente à informação, o relator da proposta, senador Márcio Bittar, alterou o relatório e enviou uma nova versão sem a referida previsão.

Nesse sentido, o ministro da Economia, Paulo Guedes, negou que tenha concordado com qualquer exceção que venha a ultrapassar o teto de gastos.

Mais cedo, os investidores repercutiram o resultado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que subiu 0,89% em novembro.

No cenário internacional, ganhou destaque o início da vacinação em massa contra o Covid-19, no Reino Unido.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Acima de tudo, o governo britânico pretende imunizar pelo menos um terço da população até meados de 2021, visando conter o surto que tomou conta do país.

Ao mesmo tempo, nos Estados Unidos, é grande a expectativa pela aprovação do pacote de estímulos no valor de US$908 bilhões.

Essa proposta foi elaborada de forma conjunta entre parlamentares republicanos e democratas e deve ser votada junto com o orçamento, ainda esta semana.

Juros futuros fecham mistos de olho na decisão do Copom

Os contratos de juros futuros fecharam mistos, com as taxas de curto prazo avançando, de olho na decisão do Copom.

Por isso, um dia antes da reunião de política monetária do Banco Central, os operadores de mercado decidiram manter a postura de cautela.

Assim, o leilão de títulos do Tesouro acelerou a redução do prêmio nos trechos intermediários e longos, devido à concentração da demanda nestes períodos.

Baixe agora: Guia do Investidor Iniciante

Em contrapartida, o IPCA mais forte não gerou grande movimentações, já que os principais núcleos de preços desaceleraram.

O DI março/2021 subiu para 1,96% (1,95% no ajuste anterior), o DI outubro/2023 caiu para 5,22% (5,24% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2026 recuou para 6,51% (6,54% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar sobe a R$5,12, após sessão volátil e de ruídos no quadro fiscal

Leia também:

BRFS3: Sem pagar dividendos há 5 anos, BRF voltará a distribuir os proventos

CSNA3: CSN estima mercado mais aquecido no próximo ano


Sobre o autor