Dólar e índiceHome

Dólar sobe a R$4,32 refletindo baixa liquidez e cenário macroeconômico

Por Pablo Vinicius Souza
17 fevereiro 2020 - 12:40

O dólar comercial operava em alta nesta segunda-feira (17), reagindo à baixa liquidez dos mercados e ao enfraquecimento dos indicadores econômicos.

Devido ao feriado do Dia do Presidente nos Estados Unidos, a divisa americana apresentava um comportamento errático contra as principais moedas emergentes e atreladas às commodities.

Além disso, os investidores monitoravam os impactos do avanço do coronavírus na economia global, ao mesmo tempo em que a economia japonesa já mostra sinais de desaceleração acentuada.

No Brasil, a situação ainda é um pouco mais complicada, visto que os indicadores econômicos têm mostrado que a recuperação da atividade será mais lenta do que o esperado.

O Boletim Focus de hoje divulgou uma nova redução das expectativas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2020, que passou que 2,30% para 2,23%.

Nesse contexto, o real segue pressionado pelas perspectivas de deterioração econômica interna e pelas projeções de redução da taxa básica no curto prazo.

Ás 12h30 (horário de Brasília), o dólar comercial subia 0,60% contra o real, sendo cotado a R$4,3250 na venda.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros anotavam leve declínio nas taxas ao longo da curva, esboçando um movimento de ajustes limitados.

O DI dezembro/2020 caía 0,59% sendo negociado a 4,19% (4,22% no ajuste anterior) e o DI julho/2025 recuava 0,50 sendo vendido a 5,93% (5,96% no ajuste anterior).


Sobre o autor