Dólar e CâmbioHome

Dólar sobe a R$3,86 de olho no relatório da Previdência

Por Pablo Vinicius Souza
02 julho 2019 - 12:39

Em dia de movimentos contidos no câmbio, o dólar comercial avançava contra as principais divisas globais, em meio às dúvidas quanto à concretização do acordo comercial entre EUA e China.

O presidente Donald Trump condicionou a aceitação do acordo à obtenção de maiores vantagens em relação aos chineses, colocando em xeque o progresso das negociações entre os dois países.

Enquanto isso, por aqui, o foco dos investidores era a leitura do relatório da reforma da Previdência na Comissão Mista, que está prevista para ocorrer hoje, às 16h.

O mercado está receoso devido às divergências que vêm ocorrendo entre deputados da base do governo, que questionam determinados trechos da proposta e se recusam a votar favoravelmente.

Ás 12h24 (horário de Brasília), o dólar comercial subia 0,49% contra o real brasileiro, sendo cotado a R$3,8630 na venda.

Na renda fixa, os juros futuros operavam em alta, seguindo o comportamento do câmbio, com as taxas de longo prazo refletindo a fraqueza dos dados de produção industrial no mês de junho.

O DI julho/2020 saltava 0,78%, sendo negociado a 5,82% (5,76% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2026 aumentava 0,83%, sendo vendido a 7,26% (7,21% no ajuste anterior).

Leia mais: 

Ibovespa opera em queda com incertezas sobre EUA-China e expectativa pela Previdência

Noticiário Corporativo: Braskem (BRKM5) e Vale (VALE3)

 


Sobre o autor