Dólar e Câmbio

Dólar sobe a R$ 5,52 monitorando o rumo das discussões fiscais

Por Fast Trade
17 novembro 2021 - 18:45 | Atualizado em 17 novembro 2021 - 19:26

O dólar comercial fechou em alta de 0,51% nesta quarta-feira (17), na cotação de R$ 5,5240 na venda, monitorando o rumo das discussões fiscais. Novamente, a divisa americana se fortaleceu contra o real, destoando do comportamento visto em relação às demais moedas emergentes.

No radar, as preocupações com a PEC dos precatórios pesaram à medida em que alguns setores do senado passaram a atuar para inserir novas despesas para o ano que vem. Nesse sentido, até o próprio presidente Jair Bolsonaro prometeu encaixar no orçamento de 2022 um reajuste salarial aos servidores federais.

Ao mesmo tempo, a revisão dos indicadores macroeconômicos por parte do governo também foi um ponto crítico neste pregão.

+ Clube de investimentos: Tudo o que você precisa saber

De acordo com o Ministério da Economia, o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano deve subir 5,1%, ante 5,3% na estimativa anterior e, para 2022, o crescimento estimado passou de 2,5% para 2,1%.

Em contrapartida, os especialistas da pasta previram que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) será maior, avançando de 7,9% para 9,7% em 2021. Para o ano que vem, as expectativas quanto à inflação também aumentaram, passando de 3,75% para 4,70%.

Desse modo, houve uma piora nas perspectivas em quase todos os setores, sinalizando que a atual conjuntura continuará desafiadora no curto prazo.

Juros futuros avançam à espera do leilão de Títulos

Os contratos de juros futuros encerraram mistos, porém, com viés majoritário de alta nos trechos intermediários e longos. Neste cenário, a curva de juros voltou a registrar recomposição de prêmio de risco devido às incertezas no quadro fiscal.

Acima de tudo, os investidores já sabiam que haveria certa dificuldade em negociar apoio à PEC dos precatórios no Senado. No entanto, é certo que o texto-base vai sofrer alterações relevantes para atender aos potenciais conflitos de interesse.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Além disso, houve uma antecipação do mercado ao leilão de títulos do Tesouro Nacional, em virtude da grande expectativa por uma oferta de papéis maior e com prefixados mais longos.

O DI março/2022 caiu a 9,38% (9,40% no ajuste anterior), o DI outubro/2023 subiu para 12,09% (12,02% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 avançou a 11,95% (11,83% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar sobe a R$ 5,52 monitorando o rumo das discussões fiscais

Leia também:

Rússia vai importar 300 mil toneladas de carne brasileira sem taxa de importação

Espaçolaser tem lucro de R$ 19,1 mi no 3T21, apesar da queda de 7,8% nas vendas

Mesmo após divulgar prejuízo no 3T21, a Méliuz continua entre as preferências dos analistas


Sobre o autor