Dólar e índiceHome

Dólar salta a R$4,47 fechando em novo recorde nominal

Por Pablo Vinicius Souza
27 fevereiro 2020 - 18:57

O dólar comercial saltou 0,77% nesta quinta-feira (27), fechando na cotação de R$4,4760 na venda, alcançando um novo recorde nominal.

Frente ao aumento da aversão ao risco causada pelo avanço dos casos de coronavírus no mundo, o câmbio se fortaleceu em todos os fronts aqui e no exterior.

Apesar do leilão de swap cambial realizado pelo Banco Central, que proveu cerca de US$1 bilhão ao mercado de derivativos, o viés de alta da divisa americana permaneceu até o final das negociações.

No momento mais crítico, a moeda dos EUA chegou a bater em R$4,5010 na máxima do dia, evidenciando a dinâmica de busca por maior proteção.

Os investidores estão muito temerosos quanto aos possíveis impactos que a doença trará sobre a situação econômica dos países em geral, sobretudo, os emergentes.

Por aqui, o real ficou entre as moedas que mais depreciaram contra o dólar, embora tenha desacelerado as perdas no final do pregão.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros encerraram com recuo nas taxas em todos os períodos, após passar por momentos de oscilações bruscas devido às turbulências internacionais.

A redução do prêmio de risco ocorreu com maior intensidade nos vértices intermediários, com o mercado se apresentando de maneira mais leve nas posições de prefixados.

O DI outubro/2020 caiu para 4,13% (4,15% no ajuste anterior), o DI julho/2024 declinou para 5,97% (6,06% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2026 desceu para 6,42% (6,43% no ajuste anterior).


Sobre o autor