Dólar e índiceHome

Dólar salta a R$4,27 refletindo as turbulências no exterior

Por Pablo Vinicius Souza
31 janeiro 2020 - 13:39
DOLFUT: Após forte alívio, dólar sobe com tensão externa em dia de compromissadas, decisão do vídeo; Kanczuk no radar

O dólar comercial operava em alta nesta sexta-feira (31), refletindo ao mau humor externo e à disputa técnica pela formação da Ptax de janeiro.

Após as 13h, será divulgada a taxa referencial válida a partir da próxima segunda, para a liquidação da moeda americana de fevereiro e demais ajustes nos contratos cambiais.

O Banco Central anunciou que realizará um leilão de linha para rolagem de até US$3 bilhões, visando melhorar as negociações desta sessão.

Embora a medida não vá interferir no câmbio por se tratar de contratos de swap, os analistas acreditam que a intenção da instituição é mostrar que está atenta à depreciação do real e que poderá intervir futuramente, caso seja necessário.

No exterior, o dólar também sobe contra as principais divisas globais, repercutindo o aumento da aversão ao risco derivado do avanço do coronavírus na China e no mundo.

Apesar de a Organização Mundial do Comércio (OMS) ter feito um alerta de prevenção aos países, os investidores estão receosos em relação aos impactos que a doença trará à economia chinesa.

Ás 12h28 (horário de Brasília), o dólar comercial subia 0,33% contra o real, sendo cotado a R$4,2720 na venda.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros operavam mistos, com leve aumento nas taxas intermediárias e curtas, evidenciando um impacto limitado do clima de aversão ao risco e demais turbulências.

O DI outubro/2020 subia 0,24% sendo negociado a 4,26% (4,24% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2028 declinava 0,74%, sendo vendido a 6,73% (6,74% no ajuste anterior).


Sobre o autor