Dólar e índiceHome

Dólar salta a R$4,13 de olho no cenário externo

Por Pablo Vinicius Souza
13 janeiro 2020 - 13:34

O dólar comercial avançava nesta segunda-feira (13), refletindo a expectativa pela assinatura do acordo comercial entre Estados Unidos e China.

Com a proximidade da formalização do pacto que resultará no aumento das compras de produtos agrícolas americanos por Pequim, o real segue pressionado, antevendo os possíveis impactos da medida no comércio brasileiro de commodities.

Ainda assim, alguns especialistas de mercado acreditam que não há catalisadores específicos que justifiquem a depreciação excessiva da moeda local.

Além disso, os investidores adotavam uma postura de cautela à espera de outros indicadores que serão divulgados ao longo da semana, como o IBC-Br e a pesquisa mensal de serviços (PMS).

No exterior, a divisa americana se fortalecia frente às principais moedas emergentes, sinalizando um comportamento de leve ajuste e maior aversão ao risco.

Ás 12h17 (horário de Brasília), o dólar comercial saltava 1,03% contra o real, sendo cotado a R$4,1360 na venda.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros apresentavam comportamentos mistos, porém, com um viés predominantemente de alta.

A curva de juros mostra que o mercado divide opiniões entre o corte ou a manutenção da Selic na próxima reunião do Copom, em fevereiro, embora a pesquisa Focus tenha projetado uma redução de 0,25%, para 4,25% ao ano.

O DI outubro/2020 subia 0,11% sendo negociado a 4,36% (4,35% no ajuste anterior) e o DI abril/2023 tinha alta de 0,69%, sendo vendido a 5,84% (5,81% no ajuste anterior).


Sobre o autor