Dólar e índice

Dólar ronda R$5,26 em sessão de intensa volatilidade no câmbio

Por Fast Trade
02 abril 2020 - 11:21 | Atualizado em 02 abril 2020 - 12:29
Monitor do PIB recua 0,4% em fevereiro, diz FGV

O dólar comercial rondava a estabilidade nesta quinta-feira (02), seguindo a intensa volatilidade no câmbio dos mercados em geral.

As perspectivas internacionais seguem ditando o ritmo dos negócios por aqui, com os investidores reagindo ao aumento exponencial do número de contaminados pelo coronavírus.

Nos Estados Unidos, o novo epicentro da doença, os casos confirmados somaram 216.722 na manhã de hoje e mais de 5 mil pessoas vieram a óbito.

Embora o presidente Donald Trump tenha afirmado estar conversando com a Rússia e os países da Opep sobre os preços do petróleo, os impactos do Covid-19 prometem ser avassaladores na maior economia do mundo.

Por aqui, o mercado repercutia a demora do governo federal em executar as medidas emergenciais de assistência à população e à falta de recursos ao sistema de saúde.

Segundo o ministério da Saúde, cerca de 6.836 pessoas estão contaminadas e há pelo menos 240 mortos em decorrência do vírus, porém, as autoridades admitem que há subnotificação nas estatísticas.

Em meio ao movimento de busca por proteção, o real segue sob forte pressão, assim como os demais ativos de risco.

Ás 11h20 (horário de Brasília), o dólar comercial avançava 0,09% contra o real, sendo cotado a R$5,2690 na venda.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros apresentavam um comportamento misto, porém, com viés majoritariamente de baixa, seguindo o exterior.

O mercado continua precificando a eficácia das medidas de isolamento adotadas pelos países na contenção da pandemia, apesar de as infecções estarem em expansão.

O DI janeiro/2021 caía 1,39% sendo negociado a 3,19% (3,24% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 declinava 0,69% sendo vendido a 7,04% (7,09% no ajuste anterior).

Você pode se interessar também por:

Empresas de capital aberto perderam, juntas, R$1,561 trilhão em valor de mercado no 1T20

IFNC: Demanda por liquidez dispara com vírus e CMN autoriza BC a emprestar para bancos via LFGs

BRENT: Petróleo dispara 10% com esperança acordo Arábia Saudita-Rússia, China

Benefício emergencial de R$ 600 é sancionado; programa para salvar empregos e indicadores


Sobre o autor