Dólar e índice

Dólar reverte as perdas e avança a R$5,33 com piora no humor externo

Por Fast Trade
25 maio 2021 - 18:36 | Atualizado em 25 maio 2021 - 19:29

O dólar comercial fechou em alta de 0,26% nesta terça-feira (25), na cotação de R$5,3370 na venda, acompanhando a piora do humor externo. Depois de oscilar em queda nas primeiras horas de pregão, o viés negativo internacional puxou a divisa americana ao território positivo contra o real.

Nesse sentido, não houve um catalisador específico para justificar a virada brusca, entretanto, os operadores de mercado confirmaram que se tratou de um viés independente. Além do câmbio, outros ativos de risco, como as ações, também foram afetados pelo clima de aversão ao risco.

Pela manhã, o real ganhou força com a redução das preocupações nos EUA e com a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) subir apenas 0,44% na parcial de maio.

Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Apesar disso, os dados mostraram que há uma pressão persistente nos itens menos voláteis, o que levou diferentes casas de análise a aumentarem as projeções para o indicador. De acordo com o Barclays, o IPCA poderá fechar 2021 na faixa de 5,4%, com a Selic a 6,5% ao ano.

Inclusive, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse, durante um evento organizado pelo BTG Pactual, que a inflação será reprecificada para cima. No entanto, segundo ele, isso é parte de uma contaminação “geral” dos emergentes devido à recuperação da economia global.

O executivo também destacou que não vê um aumento acentuado na inflação e que essas pressões serão transitórias, seguindo o desenvolvimento da atividade doméstica.

Juros futuros fecham em queda puxados pelas Treasuries

Os contratos de juros futuros encerraram em queda, registrando um declínio generalizado em toda a estrutura da curva a termo. Isto porque, os DIs refletiram o comportamento das Treasuries americanas com vencimento em dez anos, que recuaram cerca de 10 pontos-base.

Após cessar as preocupações com um cenário de forte inflação, a queima de prêmio de risco foi intensa, principalmente, nos trechos intermediários e longos. Além disso, a acomodação dos preços das commodities no contexto internacional também deu apoio à sessão de alívio nos juros.

Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Mesmo assim, um sentimento de cautela prevaleceu após o IPCA-15 desacelerar na primeira quinzena de maio, mostrando um resultado abaixo do previsto pelos economistas.

O DI setembro/2021 caiu a 4,18% (4,21% no ajuste anterior), o DI janeiro/2023 recuou para 6,71% (6,80% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 declinou para 8,15% (8,27% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar reverte as perdas e avança a R$5,33 com piora no humor externo

Leia também:

Petróleo oscila, mas fecha positivo de olho na situação do Irã

Mudança de cenário pode levar o BC a adotar juro neutro, diz Campos Neto

Agenda de dividendos: saiba quem vai pagar proventos na semana


Sobre o autor