Dólar e índice

Dólar recua após decisões monetárias no Brasil e nos EUA

Por Fast Trade
18 março 2021 - 12:00 | Atualizado em 18 março 2021 - 13:22
NY de olho em opções

A elevação da Selic no Brasil e o posicionamento do Federal Reserve, nos EUA, atenuaram a pressão do dólar. Às 11h36, a divisa americana declinava 0,96% e era negociada a R$5,533 na venda e a R$5,532 na compra. Na mínima do dia, a moeda chegou a R$ 5,478, repercutindo o indício de que os EUA não aumentarão a taxa tão cedo.

+ E-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

No Brasil, o mercado também foi surpreendido pela alta da taxa básica de juros, que veio acima do esperado. Além disso, o Comitê de Política Monetária (Copom) indicou que este foi o começo do ciclo de alta, após quase seis anos.

Assim sendo, a previsão é que o próximo encontro, previsto para o mês de maio, marque um novo aperto de igual magnitude. Ademais, a autarquia destacou uma piora nas projeções para a inflação, em meio às incertezas geradas pela pandemia.

Vale destacar que o país voltou a enfrentar uma série de medidas restritivas à atividade, com lockdowns em diversas regiões. Ontem, a média móvel de óbitos causados pela covid-19 ultrapassou, pela primeira vez, o patamar de 2.000 vítimas. Como resultado, o índice somou 2.031 mortes, o mais alto de toda a pandemia pelo 19º dia seguido.

De acordo com o consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, foi apurado um recorde de casos de infecção na pandemia (90.830), assim como o segundo maior número de mortos (2.736) no período de 24 horas.

Juros

Na contramão do dólar, os rendimentos dos Treasuries de dez anos sobem +6,04% e chegaram a atingir seus níveis mais altos em 14 meses. Às 11h50, os rendimentos marcavam 1,740%, mas chegaram a subir para 1,755%, o maior nível desde janeiro do ano passado.

+ Descubra o seu perfil de investidor para melhor investir seu patrimônio

Já a taxa de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 subia a 7,96%, às 11h43, de 7,88% no ajuste de quarta-feira (16). Ao mesmo tempo, o DI para janeiro de 2023 estava em 6,255%, de 5,945% do fechamento anterior.

Por fim, a taxa de depósito interfinanceiro com vencimento para janeiro de 2022 marcava 4,625%, de 4,25% do fechamento de ontem.

A variação do dólar também deve repercutir o leilão de swap tradicional para rolagem de até 16 mil contratos com vencimento em dezembro de 2021 e abril de 2022, previsto para hoje (18).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade.


Sobre o autor